topo :)

22/10/2012

Resenha - A Sombra do Vento


Olá Pessoal, vamos ao segundo post de hoje...
Bom vou começar com um livro que eu amo de paixão que é "A Sombra do Vento" de Carlos Ruiz Zafón. Gente!!! Quando eu li esse livro, realmente fiquei muito apaixonada pelo autor e pela história. E Carlos Ruiz Zafón coloca no livro frases que são capazes de mudar o seu dia a dia, e a sua forma de pensar. Vou colocar algumas pra vocês terem uma noção do que estou falando


Livro: A Sombra do Vento
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras
Edição: 2007
Skoob: 5 estrelas

Sinopse: A Sombra do Vento é uma narrativa de rítimo eletrizante, escrita em uma prosa ora poética, ora irônica. O enredo mistura gêneros como romance e aventuras. Ambientado na Barcelona franquista da primeira metade do século XX, entre os últimos raios de luz do modernismo e as trevas do pós-guerra, o romance de Zafón é uma obra sedutora, comovente e impossível de largar. Além de ser uma grandiosa homenagem ao poder mistico dos livros, é um verdadeiro triunfo da arte de contar histórias. Tudo começa em Barcelona, em 1945. Daniel Sempere esta completando 11 anos. Ao ver o filho triste por não conseguir se lembrar do rosto da mãe já morta, seu pai lhe dá um presente inesquecível: em uma madrugada fantasmórica, leva-o a um misterioso lugar no coração do centro histórico da cidade, o Cemitério dos Livros Esquecidos. O lugar, conhecido de poucos barceloneses, é uma biblioteca secreta e labiríntica que funciona como depósito para obras abandonadas pelo mundo, à espera de que alguém as descubra. É  lá que Daniel encontra um exemplar de "A Sombra do Vento", do também barcelonês Julian Carax. O livro desperta no jovem e sensível Daniel um enorme fascínio por aquele autor desconhecido e sua obra, que ele descobre ser vasta. Obcecado, Daniel começa então uma busca pelos outros livros de Carax e, para sua surpresa, descobre que alguém vem queimando sistematicamente todos os exemplares de todos os livros que o autor escreveu. Na verdade, o exemplar que Daniel tem em mãos pode ser o ultimo existente. E logo irá entender que, se não descobrir a verdade sobre Julian Carax, ele e aqueles que ama poderão ter um destino terrível.

Resenha: Carlos Ruiz Zafón é aquele tipo de autor que, depois de ler uma só obra você vira fã. A história é muito rica em seus detalhes, e conta toda a história de Daniel Sempere, filho do Sr. Sempere que é dono de uma livraria na cidade de Barcelona. No início do livro Daniel é ainda uma criança, e seu pai decide que chegou a hora de mostra a Daniel um grande segredo, no qual não poderá ser revelado à ninguém. "O cemitério dos livros esquecidos" uma biblioteca secreta onde estavam abrigados as mais preciosas e raras obras literárias que puderam ser encontradas.

E nessa biblioteca Daniel adota um livro chamado "A Sombra do Vento", do autor Julian Carax, um grande mistério, e depois de passar a noite em claro se deliciando com o livro, Daniel decide que precisa saber mais sobre o autor.

Daniel, com a ajuda de amigos engraçados e espertos como Férmin Romero de Torres, ele descobre que alguém vem destruindo sistematicamente os livros de Julian Carax, e que o seu exemplar "A Sombra do Vento pode ser o ultimo. O mais estranho é que a pessoa, quem quer que seja, se apresenta como Laín Coubert, o nome do diabo no romance de Carax. E Daniel se empenha a salvar e proteger essa unica obra, e tenta descobrir todos os mistérios escondidos por trás dela.

Cheio de mistérios, romance e reviravoltas, este livro é a pedida perfeita para quem procura uma história inusitada, que te  prende às páginas e te transporta ao local e ao tempo descrito. Esta é a característica mais marcante. Passar aos leitores todos os gostos, os aromas, e os mínimos detalhes daquilo que ele escreve e  parecem se tornar realidade bem na sua frente enquanto lê.

Acreditem, é difícil descrever a sensação de ler um de seus livros, mas é bem diferente dos demais, algo que se sente de forma sutil e serena, mas que transforma toda a experiencia em algo mágico.

Algumas frases do livro:

“Cresci no meio de livros, fazendo amigos invisíveis em páginas que se desfaziam em pó cujo cheiro ainda conservo nas mãos”.

“Um livro é um espelho que só podemos encontrar nele o que já temos dentro”.

“Não confie em quem confia em todo mundo”.

Na verdade o primeiro livro que eu li do autor, foi "Marina", mais na frente irei colocar a resenha dele aqui pra vocês ficarem por dentro.  

Espero que tenham gostado!!



Bjos *..*

5 comentários:

  1. Adorei a resenha! =)
    Estava com vontade de ler este livro há tempos, nem lembrava mais direito dele.
    Vontade renovada agora. ^^

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha, deu vontade ler :B
    Além do mais, a capa do livro é linda *-*
    beijos :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Natalia!!! rsrs...esse é o meu livro preferido.
      Bjokas...e muito obrigado pelo comentário.

      Excluir
  3. Ah, Kelly, Zafón me seduziu mesmo! Comecei por esse livro e, ainda nas primeiras páginas, já enlouqueci por sua escrita mágica e fui atrás dos outros livros. Estou lendo 'Marina' e 'O Prisioneiro do Céu'. Mas, honestamente, a continuação da 'Sombra' não é tão rica em detalhes. Mesmo assim Zafón nos deixa apaixonados, envolvidos com o mistério de suas histórias e com os personagens! E que criador de personagens! Adoro todos!
    Sou suspeitíssima pra falar: amo Zafón, a melhor descoberta literária que fiz este ano!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manu, vc deveria ter lido o "O jogo do anjo" primeiro que "o prisioneiro do céu", ai vc iria para "o prisioneiro do céu" mais animada...rs...Mas não fale nada do livro "O prisioneiro do céu" porque ainda não li. rs...
      Bjss

      Excluir

Obrigado pela seu visita, e pelo seu comentário.
Deixe o link do seu blog se você tiver, que irei seguir com maior prazer.
Deixe também o seu e-mail, que estarei respondendo o seu comentário.
Bjos

© Livros e Marshmallows ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo