topo :)

26/02/2015

Resenha - Amigas para sempre


Olá leitores! Trago a vocês hoje mais uma resenha. Desta vez o livro resenhado é Amigas Para Sempre, uma história emocionante sobre o valor de uma verdadeira amizade. Vamos comigo?


Livro: Amigas para sempre
Autora: Kristin Hannah
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 446
Skoob: 4/5
Adquira o livro: aqui

Sinopse: Amigas Para Sempre - Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó. Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família. Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena. As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas. Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga? Neste livro, Kristin Hannah nos conta uma linda história sobre duas pessoas que sabem tudo a respeito uma da outra – e que por isso mesmo podem tanto ferir quanto salvar.

Uma amizade à prova de tudo!

Resenha: Eu já conhecia o trabalho da autora Kristin Hannah e já admirava seus livros. O Caminho Para Casa, Quando Você Voltar e principalmente o excelente Jardim de Inverso me cativaram, por isso quando tive nas mãos Amigas Para Sempre, soube imediatamente que não iria me decepcionar.

O livro começa na década de 70 contanto a história de Tully, uma menina de 10 anos criada pela avó depois que foi abandonada pela mãe viciada em drogas. Apesar de todo sofrimento e decepção, Tully ainda nutre a esperança de que um dia terá a mãe de volta para preencher o vazio que ela deixou em sua vida, e como isso não acontece, é nos braços da avó que a menina encontra consolo e carinho.

Bonita, popular e de personalidade forte, Tully vive assombrada por seu passado, e tenta a todo custo não deixar transparecer para os outros seus medos e inseguranças.

Kate é uma jovem tímida e introspectiva, pouco popular entre os colegas de escola, se fecha cada vez mais em seu mundinho de livros românticos e príncipes encantados. Tem uma família boa e estruturada, mas às vezes se sente um tanto oprimida pela mãe. Socialmente excluída por ser considerada uma menina muito “certinha”, Kate é extremamente solitária e infeliz.

É nesse momento tão delicado que as duas se tornam vizinhas, e aos poucos nasce entre elas uma amizade terna e duradoura. Duas vidas tão diferentes que se cruzam inesperadamente. Duas jovens solitárias que se encontram e dão início a uma história de amizade e lealdade, traições e incertezas, amor e perdão.

O livro é uma agradável leitura que viaja pelo tempo e mostra a trajetória de Kate e Tully por 30 anos. Inseparáveis, as amigas dividem seus dramas e desafios, e juntas descobrem o sentido de uma verdadeira amizade.

Kristin consegue nos aproximar tanto da história narrada em terceira pessoa que é impossível não refletir sobre nossa própria vida durante a leitura. Como em qualquer tipo de relação, essa amizade terá seus altos e baixos, e é justamente isso que torna os personagens tão reais. A construção da história é bem feita e sensível. A história por vezes é um pouco lenta, mas certamente compensadora.

Eu gostei do livro, me fez ficar emocionada em alguns momentos, e acreditem, esta não é uma tarefa fácil. Uma história de vida digna de um “novelão”, com uma carga dramática intensa e personagens verdadeiros que não têm medo de expor seus receios e fraquezas, em Amigas Para Sempre não há mocinhas nem vilões. É pouco importante buscar saber quem tem ou não razão, o que importa realmente é perceber que mesmo com todas as dificuldades impostas pela vida, é possível preservar uma amizade verdadeira por toda uma vida.

Os personagens secundários são igualmente bem construídos e muito importantes para a trama.

Um ponto que chamou muito minha atenção no livro são as referências históricas. São muito interessantes as citações sobre músicas, acontecimentos e estilos próprios de cada época. Senti vontade de ouvir a trilha sonora proposta por Kristin Hannah.

Se você gosta de dramas bem escritos e com personagens muito reais, Amigas Para Sempre é promessa de uma boa leitura!

Classificação
                             


Resenha feita por Michelle Figueira 

25/02/2015

"O Caso Pedrinho"


Oi pessoal, tudo bem com vocês? A Geração Editorial está lançando mais um livro. Vamos conferir?



Adquira já o seu exemplar clicando na imagem.

Bjs :)

23/02/2015

Resenha - Mar da Tranquilidade


Oioi seus lindos, Tudo bem com vocês? Como passaram o fim de semana? Hoje trago mais uma resenha fresquinha para vocês. Confiram!!


Livro: Mar da Tranquilidade
Autora: Katja Millay
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 368
Skoob: 2/5
Adquira o livro: aqui

Sinopse: Mar da Tranquilidade - Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele. A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.

Resenha: Nastya Kashnikov é uma jovem de 17 anos que acabou de se mudar para a casa da sua tia Margot. Ela irá estudar em uma nova escola, conhecer pessoas novas e seguir uma vida totalmente diferente que ela seguia quando morava com os pais.

Já faz dois anos que ela sofreu um grave acidente que lhe deixou muitos traumas e grandes feridas. Mudando a sua vida completamente. Deixando de fazer o que mais amava que era tocar piano em casamentos, festas restaurantes e shoppings. Nastya vivia e respirava música. E quando ela menos espera tudo isso foi arrancado da sua vida de uma forma muito brusca e revoltante. Por esse motivo ela decidiu se transformar em uma outra pessoa. Deixou de falar, ficou muda e calada por alguns anos, começou a vestir roupas pretas e curtas, maquiagem exagerada, sapatos altos tudo que representava vulgaridade ela estava usando. Afastando de si o convívio com qualquer pessoa.

“Eu vivo num mundo sem magia nem milagre. Um lugar onde não há clarividentes nem metamorfos, anjos ou garotos super-humanos para nos salvar. Um lugar onde as pessoas morrem e a música se desintegra e tudo é um saco. O peso da realidade nos meus ombros é tão grande que as vezes me pergunto como ainda consigo erguer os pés para caminhar”. Pag.36

Ao iniciar as aulas Nastya conhece um rapaz chamado Josh Bennet que tem 17 anos. Um rapaz solitário, praticamente sozinho no mundo e que vive na garagem de sua casa construindo móveis. Pois ele ama a carpintaria. Na verdade esse relacionamento entre os dois começa meio que de um jeito informal. Nastya se aproximando e Josh apenas observando a sua atitude. Os dois se aproximam de uma forma muito intensa. Um relacionamento vai sendo construído com o tempo. Muitas dúvidas, desconfianças vão surgindo entre os dois. Mas também um grande amor.

Mar da Tranquilidade foi um livro que criei bastante expectativas para ler, pois ouvi varias pessoas na internet falando super bem dele. Confesso que no inicio da leitura fiquei bastante empolgada e queria terminar logo. Mas não precisei chegar até a página 100 para sentir que a leitura não estava fluindo. Infelizmente não foi tudo aquilo que esperava.

Ele é sim um livro de descobertas que nos mostra em algum momento a realidade da vida. Serve como uma cura interior para quem viveu muitos traumas e sofrimentos na vida. A autora é marcante nas suas palavras e faz com que cada personagem viva intensamente dentro de você. Faz você sair da ficção e te leva para a realidade. Muito profundo.

“Acho que sempre vou estar despedaçada. Posso trocar os fragmentos de lugar, rearrumá-los , dependendo do dia, dependendo do que eu preciso ser. Posso mudar num piscar de olhos e ser muitas garotas diferentes, sem que nenhuma delas tenha que ser eu”. Pag. 129

A narrativa é contada na primeira pessoa com pontos de vista da Nastya e do Josh. Conseguimos com essa narrativa ficar bem próximo dos personagens. Isso é muito bom, mas na minha opinião o livro não saiu da mesmice. Chegou um ponto que eu não aguentava mais tentar descobrir o sofrimento que cada um dos personagens tinha vivido no seu passado. Isso me desgastou muito e confesso que fiquei extremamente desanimada de continuar a leitura.

Tenho certeza que muitos vão sentir vontade de me matar ao ler esta resenha, acho que fui a única a não gostar tanto assim desse livro. Desculpem! Mas comigo não rolou. A autora escreve muito bem. Sim!! Ela escreve bem. Isso tenho que reconhecer com toda a sinceridade. Mas me senti extremamente cansada com a história. Fiquei muito triste por isso ter acontecido. Talvez quem for ler, consiga achar totalmente o oposto que eu achei, e eu espero mesmo que ache. Porque infelizmente não sei explicar o que aconteceu comigo e com esse livro. Acho que tenho um sentimento meio conturbado com ele.

Mas indico a leitura sim. Pois talvez naquilo que eu não gostei alguém venha gostar. Não posso deixar de mencionar que a capa do livro ficou linda, tem tudo haver com a história e diagramação perfeita. Parabéns a Editora Arqueiro que mais uma vez fez um maravilhoso trabalho.

Quote que mais gostei:

“Não nos tornamos normais; nos tornamos previsíveis.” Pag. 279

Classificação


Bjs pessoal :)

19/02/2015

Os mais quentes da Editora Geração Editorial


Olá meus amores...estava morrendo de saudade de vocês. Como passaram o feriadão de Carnaval? Muitas leituras? Confesso que deu para dar uma boa descansada. Vamos de algo mais picante? Confiram os livros mais quentes da Editora Geração.



Gostaram? Fiquem de olho que vem mais novidades por ai.

Bjs :)

13/02/2015

Pré-Venda Redenção de um Cafajeste!!


Oioi leitores...tudo bem com vocês? Vamos de novidade hoje? Olha o que vem por ai e já está em pré-venda.


Já está disponível para pré-venda Redenção de um cafajeste, de Nana Pauvolih. Pioneira da autopublicação no segmento erótico nacional, Nana estreia na Rocco com o primeiro volume da série Redenção, um de seus maiores sucessos. No livro, que chega às prateleiras em março, pela coleção Violeta, do selo Fábrica231, a autora narra a história de uma garota simples que conhece um empresário sem escrúpulos, dono de uma das revistas masculinas mais escandalosas do país. Uma história que mistura doses certeiras de paixão, romantismo e erotismo, tendo o Rio de Janeiro como cenário.

Para adquirir o seu exemplar basta clicar na imagem. 

Bjs pessoal :)

12/02/2015

Resenha - Segredos e Mentiras



Olá leitores! Espero que estejam gostando de minhas resenhas. Eu estou amando estar aqui. Hoje trago a resenha de um livro emocionante: Segredos e Mentiras. Vamos comigo?!


Livro: Segredos e Mentiras
Autora: Diane Chamberlain
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 288
Skoob: 5/5
Adquira o livro: aqui

Sinopse: Segredos e Mentiras - Cara Anna, Já comecei esta carta várias vezes e aqui estou, começando-a novamente, sem fazer a mínima ideia de como lhe dizer. A carta não terminada é a única pista que Tara e Emy têm para entender o que levou sua amiga Noelle ao suicídio. As três eram inseparáveis desde a faculdade e tudo a respeito de Noelle – seu trabalho de parteira, a forma como se dedicava apaixonadamente a diversas causas sociais, seu amor pelos amigos e a família – se encaixava na descrição de uma mulher que amava a própria vida. Só que havia muitas coisas que Tara e Emy desconheciam. Por exemplo, quem é Anna e por que Noelle nunca a mencionara. Com a descoberta da carta e do terrível segredo que a motivou, as duas começam a desvendar a verdade sobre essa mulher forte, independente e gentil que entrou em suas vidas trazendo amor e compaixão, mas que também pode ser a responsável por muitas tristezas e ilusões. Com delicadeza e equilíbrio, Diane Chamberlain constrói uma história sensível sobre amizade e relacionamentos e levanta a pergunta: até que ponto você seria capaz de perdoar alguém que ama?

Um peso de um segredo 

Resenha: Tara, Emerson e Noelle se conheceram na faculdade e uma grande amizade nasceu naturalmente entre elas. Inseparáveis, suas vidas estariam ligadas para sempre. Emy e Tara se casaram e formaram família, enquanto Noelle seguia sua vida exercendo com muito amor e dedicação a profissão exercida por sua mãe, a de parteira. De uma hora para outra tudo aquilo e que essas amigas acreditavam ruiu diante de seus olhos. Noelle comete suicídio e Tara e Emy não conseguem acreditar em como isso foi possível, em como alguém que conheciam tão profundamente poderia cometer um ato tão extremo sem antes demonstrar nenhum problema, nenhum sinal de que algo errado estava acontecendo.

Devastadas pela dor da perda de sua melhor amiga, Tara e Emy carregam a culpa por não ter percebido que Noelle estava com problemas, e decidem buscar os motivos que levaram a amiga a tirar a própria vida. Elas encontram entre os pertences de Noelle uma carta inacabada endereçada a uma mulher desconhecida chamada Anna.

“Cara Ana, já comecei esta carta várias vezes e aqui estou, começando-a novamente, sem fazer a mínima ideia do como lhe dizer.”

Esse é o ponto de partida para sua busca por respostas. Mas o que elas não imaginavam é que encontrariam muito mais que isso: elas teriam suas vidas transformadas enquanto Segredos e Mentiras seriam revelados.

“Juntas, nós duas sabíamos tudo o que se poderia saber sobre Noelle. Ainda assim, na minha frente jazia a prova – nossa amiga, que se fora para sempre – de que, na verdade, não sabíamos de nada.”

Uma leitura envolvente e emocionante, Segredos e Mentiras é, sem dúvida, um dos melhores dramas que já li. Bem construído, traz uma narrativa muito interessante intercalada entre os personagens e com paralelos entre o passado e o presente. É um texto simples e de fácil entendimento, e a leitura flui muitíssimo bem.

Apesar de ser um drama, a história não é “pesada”. Surpreendente e equilibrado, mostra com certa leveza a vida de personagens muito reais e complexos, com seus defeitos e qualidades. Pessoas que vêem suas vidas serem transformadas pela revelação de um trágico segredo.

Noelle foi fraca e não suportou o peso de um erro grave cometido no passado. Mesmo fazendo o possível para repará-lo, ela não suporta mais viver com essa culpa, e num momento de desespero tira a própria vida. Diane Chamberlain conseguiu criar uma personagem tão complexa que mesmo depois de conhecermos toda a verdade, conseguimos entender suas razões. Não julgá-la, mas compreendê-la.

Além das amigas Noelle, Tara e Emy, os outros personagens são igualmente ricos. Sam, marido de Tara, sua filha Grace, e Jenny, filha de Emy. Todos com grande relevância para a história.

Destaque para o final do livro. A autora conseguiu criar um clímax, e o leitor fica realmente surpreendido com o desfecho.

Um livro que fala de amor, amizade, segredos e perdão. Fala de erros e suas conseqüências, e do tamanho da nossa capacidade de perdoar. Uma leitura muito interessante, com reviravoltas e revelações surpreendentes, Segredos e Mentiras nos deixa algumas reflexões: vale à pena pagar um preço tão alto por nossos erros mantidos em segredo? Até que ponto a verdade pode ser libertadora? Uma amizade verdadeira resiste a tudo?

Leitura super recomendada aos amantes do gênero. Boa leitura e emoções da primeira à última página.

Classificação
                   


Resenha feita por Michelle Figueira 





10/02/2015

Editora Geração Editorial - O Pequeno Príncipe


Olá meus amores, já estava morrendo de saudade de vocês. Hoje trago um lançamento da Editora Geração Editorial. Quem aqui que já foi criança, vai se lembrar perfeitamente do livro. Confiram!!



Deu para matar um pouquinho a saudade? Isso é uma relíquia né pessoal?! Quem ainda não tem, não perca tempo de adquirir o seu exemplar. 

Bjs :)

07/02/2015

Resenha - Um Passo em Falso


Olá leitores! Hoje preparei pra vocês a resenha do livro Um Passo em Falso, de um dos meus autores favoritos Harlan Coben. Adoro suas histórias, são sempre garantia de boa leitura. Espero ter sido o mais imparcial possível. Rsrsrs


Livro: Um Passo em Falso
Autor: Harlan Coben
Ano: 2014
Páginas: 272
Skoob: 5/5
Adquira o livro: aqui

Sinopse: Ainda jovem, Myron Bolitar contou com a ajuda do treinador Horace Slaughter para começar a jogar basquete. O relacionamento dos dois era como o de pai e filho, mas com o tempo eles perderam contato e Myron abandonou o esporte. Dez anos depois de ver Horace pela última vez, Myron conhece Brenda, filha do antigo amigo e uma bela estrela do basquete. Trabalhando como agente de atletas, ele poderá fechar um contrato valioso com a jogadora se descobrir o paradeiro de Horace, que sumiu repentinamente após agredi-la. Desde então, Brenda começou a receber ameaças por telefone e a ser seguida. Myron não acredita na culpa do amigo e resiste a ser guarda-costas da moça, mas acaba cedendo. Determinada a não fazer papel de donzela indefesa, Brenda provoca uma atração irresistível em Myron, que vive um relacionamento amoroso debilitado. Porém, existe entre eles um abismo de corrupção e mentiras, além de segredos pelos quais muitos arriscariam a vida. Mesmo contra o bom senso, Myron segue investigando o caso. Disposto a conquistar o coração de Brenda, ele está ciente de que um passo em falso pode acabar matando os dois. 

Resenha: Myron Bolitar está de volta em mais uma aventura surpreendente, e Harlan Coben mais uma vez nos mostra que tem o dom da escrita. 

  Um Passo em Falso é o 8º livro da série Myron Bolitar lançado no Brasil, e conta a história de Brenda Slaughter, uma jovem e promissora jogadora de basquete que foi abandonada pela mãe aos cinco anos de idade, e mesmo após terem se passado 20 anos ainda não conseguiu se recuperar do trauma sofrido. Brenda está prestes a disputar a partida mais importante de sua carreira quando sofre outra trágica perda: seu pai Horace Slaughter, com quem não tem um bom relacionamento, desaparece misteriosamente.

  É aí que Myron Bolitar, ex jogador de basquete frustrado, dono de uma empresa de agenciamento de atletas, a MB Representações, e detetive particular nas horas vagas entra na trama. Myron é “intimado” por um dos patrocinadores de Brenda para desvendar o sumiço de Horace e dar segurança a sua estrela do basquete que está sofrendo ameaças anônimas.

  Horace foi treinador de Myron no passado, e por acreditar ter uma dívida de gratidão com o antigo mentor decide buscar respostas para seu desaparecimento e para as ameaças que Brenda vem sofrendo. Mas a atleta não é somente uma mocinha indefesa prestes a fechar um valioso contrato com a MB Representações, ela também provoca em Bolitar uma atração irresistível e avassaladora.

  Tentando a todo custo desvendar uma teia complexa de segredos e mentiras, e contra todo bom senso que possa ter, Myron e seu sempre fiel amigo Win vão enfrentar mafiosos e policiais corruptos para chegar ao fim dessa história cheia de reviravoltas e surpresas. E, claro, manterem-se vivos!

  Sou uma grande fã de Harlan Coben. Seus livros são sempre interessantíssimos e Um Passo em Falso não poderia ser diferente. Uma trama muito bem escrita com personagens sensacionais! Myron Bolitar é inteligente, carismático e apaixonante. Seu humor ácido e seus comentários sempre divertidos dão a leitura um toque de humor e leveza. Seu amigo Win Lockwood é igualmente cativante. Em geral é meu personagem favorito, mas nessa história Myron é sem dúvida o ponto alto da trama. Com seus dramas pessoais, um relacionamento fracassando, e uma amizade duradoura sendo colocada à prova, Myron é um herói pouco convencional e fascinante.

  Não há muito mais que se possa falar das tramas de Coben em uma resenha, porque seus livros são sempre tão surpreendentes e cheios de reviravoltas, que qualquer informação a mais se transformará em spoiller. Lendo simplesmente a sinopse já se tem uma boa noção da boa história que temos nas mãos.

  Leitura fácil, em capítulos pequenos, o livro é rapidamente devorado por um bom apreciador. Com uma capa simples, mas muito significativa, e uma diagramação perfeita, se há alguma crítica a se fazer é o fato de os livros serem muito curtos. Deixam um gostinho de quero mais, sempre! Super recomendado!

Classificação


Resenha feita por Michelle Figueira 


05/02/2015

Lançamentos Fevereiro Editora Única/Gente # 11


Olá meus leitores...tudo bem com vocês? Hoje trago os lançamentos da Editora Única/Gente. Vamos conferir?




Melhor que Chocolate


Sinopse: Que atire a primeira pedra quem não gostaria de ter essas três coisas misturadas em meio a uma aventura inesquecível. Pois é mais fácil do que parece, basta abrir este delicioso (sem exageros) romance de Laura Florand. Cade Corey é uma jovem executiva que cuida do negócio bilionário de chocolate da família, uma empresa popular nos Estados Unidos. Ela sonha em construir uma linha premium de seus produtos, e, como boa conhecedora do seu negócio, sabe que encontrará o chocolate perfeito em Paris. Na verdade, o chocolate perfeito está, mais especificamente, nas mãos igualmente perfeitas de Sylvain Marquis, o melhor chocolatier da cidade. O problema é que Sylvain se recusa a associar sua arte a uma grande empresa que só pensa em destruir sua técnica para reproduzi-la em grande escala. Isso para ele é um insulto, e não uma proposta! Contudo, embora o francês jure que está em paz para tocar a vida, aquela americana teimosa não lhe sai da cabeça. E Cade sente o mesmo: adoraria simplesmente fechar negócio com outro especialista parisiense, entretanto, não consegue esquecer os olhos cortantes de Sylvain e sua personalidade arrogante, porém tão viciante quanto seus doces. Paris está prestes a ficar pequena para o que existe entre eles. Pegue uma boa xícara de café e saboreie tudo aquilo que é melhor que chocolate. Você não vai se arrepender!

Os Filhos de Odin

Sinopse: Antes de o tempo como nós o conhecemos começar, deuses e deusas viveram na cidade de Asgard, que significa Local dos Deuses. Uma era de mágica, quando seres míticos podiam usar seus poderes e definir os caminhos do futuro, e proteger o mundo. Entre as cruzadas de Odin para encontrar a sabedoria necessária para salvar o mundo, os feitos incríveis de Thor e seu martelo e as travessuras de Loki, o agente do bem e do mal, Padraic Colum reconta as sagas nórdicas revelando o tempo em que a magia, os poderes e as maravilhas fantásticas corriam pelo universo. Em Os filhos de Odin, descubra a origem das histórias de Odin, Thor e Loki, onde Asgard foi construída e o que estava escondido durante o Ragnarök, o Crepúsculo dos Deuses. As histórias que encantam a todos nós nos cinemas possuem um enredo ainda mais fascinante do que você imagina! Leia as maiores aventuras dos deuses nórdicos! A origem daqueles que ainda hoje nos surpreendem com sua força e seu poder! 
O Queridinho do Chefe


Sinopse: Qual a melhor estratégia para ser bem-sucedido no trabalho?
Ganhar o chefe, oras! Quantas vezes você se viu empacado esperando pela resposta do seu chefe? Ou estagnado porque parece que ele nunca lhe ouve? Como mudar isso? Encontrar outro emprego? Desistir? Ou aprender a transformar até mesmo a chefia mais difícil num grande aliado e facilitador do seu crescimento profissional? Fala-se muito mal de pessoas que conseguem ser “queridinhas” do chefe, mas o que esses profissionais têm pode levá-los muito mais longe: inteligência emocional, senso de cooperação e os ouvidos abertos de quem importa para suas ideias. William Smullen percorreu todos os níveis hierárquicos militares e seu último cargo público foi como chefe de gabinete do então Secretário de Estado dos Estados Unidos, Colin L. Powell. Dentre suas responsabilidades ele tinha de assegurar a imagem positiva e o sucesso de todas as empreitadas de Powell. Uma missão que trouxe grandes frutos para Smullen, alavancando sua carreira e tornando-o um dos maiores palestrantes e referência em comunicação empresarial, reconhecido internacionalmente.

Se Joga!

Sinopse: Encontre a coragem que nem sabia que possuía. Você não está feliz com os rumos que sua vida tem tomado e está deixando seus sonhos de lado. Sente-se num beco sem saída. E está errado! Existe uma nova rota. Só precisa fazer uma escolha – e esta é a coisa mais difícil pela qual já teve de passar. Falta coragem? Então este livro vai ajudá-lo. Nancy Levin teve de suportar uma grande dor, e sobreviveu! Sua superação aconteceu por meio do método que agora ela compartilha com você. São dez passos para se jogar em direção ao que sempre desejou, e finalmente realizar o que seu coração tanto lhe pede. Essa é uma jornada de aceitação e verdade para que você consiga visualizar-se livre. Ao fazer sua escolha, terá clareza sobre seus limites, as pessoas certas ao seu lado e autodomínio para ir aonde quiser. Quando estiver pronto, saltará. E não estará sozinho! Este livro o acompanhará para que consiga lidar com as consequências da mudança e tenha uma transição suave. Por fim, o grande trunfo: dizer sim. Para você. Para sua vida. Para seus sonhos.

Gostaram dos lançamentos? Fiquem de olho pois logo teremos resenha de alguns livros aqui no blog.

Bjs :)

03/02/2015

Resenha - Série Outlander - A Viajante do Tempo


Olá leitores, é um imenso prazer estar com vocês aqui no blog. Eu não poderia me sentir mais feliz por poder compartilhar com tantas pessoas a minha maior paixão: a literatura. Mais que um vício, a leitura é para mim uma necessidade. E foi com muita alegria (e uma boa dose de medo também) que fui escolhida pela queridíssima Kelly Muniz pra fazer parte de seu projeto. Espero poder colaborar da melhor maneira possível com o blog e trazer sempre resenhas de boas histórias pra compartilhar com vocês.

Pra começar, trago hoje a resenha do livro A Viajante do Tempo, de Diana Gabaldon. Um livro que me deixou tão encantada que mereceu estar no meu post de estréia. Espero que gostem. E que esta seja a primeira de muitas! 


Livro: Outlander - A Viajante do Tempo
Autora: Diana Gabaldon
Editora: Saída de Emergência
Ano: 2014
Páginas: 800
Skoob: 5/5
Adquira o livro: aqui

Sinopse: Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros. Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente? 


Uma inesquecível viagem no tempo

Resenha: Alguns livros são inesquecíveis. Este é o caso de A Viajante do Tempo, primeiro volume da série Outlander da escritora americana Diana Gabaldon. Um livro memorável, com todos os ingredientes indispensáveis para o sucesso: história, viagem no tempo, romance, um toque de humor e um mocinho de fazer sonhar!

Em 1945, final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira inglesa Claire e seu marido Frank Randall estão de férias após um longo período em que ficaram separados por causa da guerra.  Com o relacionamento morno em virtude da imposta separação, o casal decide fazer uma romântica viagem pelas Highlands escocesas. Frank além de ser da Unidade de Inteligência inglesa é também historiador, e aproveita a viagem para estudar a vida de seus antepassados escoceses.

Durante um passeio Claire e Frank descobrem um cenário mágico: um círculo de rochas chamado Craigh Na Dun, considerado por todos um lugar sagrado e misterioso. Durante a visita eles assistem a um ritual celta e ficam fascinados com o lugar. Claire fica tão encantada com que decide fazer uma segunda visita, e sozinha caminha por entre as pedras quando o inusitado acontece: ela é transportada pelo tempo para o ano de 1743.  Atordoada, claro, Claire se vê no meio de uma batalha entre escoceses e ingleses e é capturada pelo vilão capitão Randall, sendo depois salva (salva???) pelos escoceses do clã Mackenzie.

Tudo que Claire deseja é fugir desses homens e voltar ao círculo de pedras para tentar voltar para casa, mas os homens acreditam que ela é uma espiã inglesa e não tem nenhuma intenção de libertá-la. Seminua para os padrões da época, ela é tratada como uma prisioneira, e está sendo levada para o castelo Leoch quando uma emergência médica coloca em seu caminho um homem que ela jamais irá esquecer: James Frasier, um ruivo escocês, lindo, másculo e sexy que, ferido no ombro, pode morrer a qualquer momento. Com seus conhecimentos de enfermagem e os parcos recursos encontrados na floresta, Claire cuida do rapaz que logo se recupera, e a comitiva segue viagem.

Chegando ao castelo Leoch, a história logo se espalha e Claire é considerada por todos uma curandeira. Seus conhecimentos causam espanto e desconfiança, e logo é chamada não só de espiã, mas também de bruxa e feiticeira. Ela precisa fugir dali e voltar pra casa, mas é vigiada dia e noite pelos homens do clã Mackenzie e caçada pelos ingleses liderados pelo capitão Randall. Sua única saída é se tornar uma escocesa através casamento, e o homem que se propõe a ajudá-la é o apaixonante James. Dividida entre o amor que ainda sente por Jack, e pela atração inevitável pelo também agora marido James, Claire precisa decidir se busca pelo seu passado deixado no futuro, ou se rende aos encantos do homem que invadiu sua vida no presente.


A primeira coisa que me chamou atenção no livro de Diana Gabaldon foi a capa: lindíssima! Com uma ambientação história muito detalhada, você sente como se estivesse passeando pelas Highlands escocesas. A construção dos personagens é perfeita, e Gabaldon escreve com uma riqueza de detalhes impressionante. Mesmo sendo um livro extenso, a leitura é muito agradável e prazerosa. Impossível não sentir empatia pela coragem e determinação de Claire e principalmente, impossível não se apaixonar por James.

Claire é uma mulher de fibra, corajosa e valente, consegue “se virar” mesmo com as condições de vida no século XVIII. Cuida de doentes e feridos com a mesma determinação de quando era enfermeira nos campos de batalha e faz uso de todos os recursos disponíveis e de seus conhecimentos em botânica para dar as pessoas uma mínima chance de melhora. Deseja sim, voltar a sua vida deixada para trás independente de sua vontade, mas a nova vida que se apresenta também dá a Claire um desejo incontrolável de ficar.

James é um mocinho perfeito! Força e músculos misturados a uma inocência pura, e um amor incondicional pela mulher que surgiu inesperadamente em sua vida faz do ruivo escocês um homem encantador. Justo e corajoso, embora se mostre muitas vezes frágil e vulnerável, carrega marcas profundas de um passado de dor e sofrimento, e o que mais deseja é conquistar o amor da mulher que tomou conta de seu coração. Com todos esses ingredientes, como não se apaixonar?

Se eu gostei do livro? O livro é fantástico! O tema viagem no tempo é muito interessante, misturado com personagens bem construídos e um romance daqueles de fazer suspirar, não tem como não gostar.  Você poderá até se assustar com o tamanho da obra, é realmente um livro longo, mas posso lhe dizer com certeza: vale a pena! É uma leitura interessante, intensa, romântica e muito, mas muito divertida. As aventuras de Claire num mundo totalmente diferente do seu é divertida e emocionante. Diana Gabaldon ganhou mais uma fã.

Em breve aqui no blog a resenha do próximo volume da Série Outlander: Libélula do Âmbar: igualmente fascinante!

Classificação
                   



Resenha feita por Michelle Figueira 

02/02/2015

Comunicado: Nova Resenhista!!


Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje venho falar sobre a seleção de resenhista que rolou aqui no blog. Foi ao ar no dia 23/01. A seleção ia acabar no dia 13/01, mas como estou necessitada de ajuda, não poderia esperar mais tempo para encerrar as inscrições. Então pessoal: As inscrições estão ENCERRADAS. Gostaria de agradecer a todos que participaram. E dizer que foi um prazer conhecer cada um de vocês, espero no futuro poder adiciona-los ao blog. Então apresento para vocês a nova resenhista do blog Livros e Marshmallows.


Michelle Figueira


"Meu nome é Michelle Figueira, tenho 39 anos, casada, mãe de dois filhos, 3 gatos e moro em Nova Friburgo, cidade da região Serrana do Rio de Janeiro.
Se posso dizer que tenho algum bom vício, é certamente, o da leitura. Leio em média um livro a cada 3 dias (não que eu ache que quantidade e velocidade sejam pontos a se considerar, estou apenas tentando me apresentar da forma mais verdadeira possível). Não se passa um mês sequer sem que compre algum físico ou e-book. E acredite, tenho uma grande "fila de espera".

Seja bem vinda ao blog Michelle, será um prazer contar com a sua ajuda e ver as suas resenhas publicadas aqui nesse cantinho. Não tenho palavras para agradecer a sua ajuda, e tenho certeza que essa parceria irá produzir muitos frutos.

E fiquem de olho pessoal, pois muitas resenhas já estão vindo por ai.

Bjs :)
© Livros e Marshmallows ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo