topo :)

20/03/2015

Resenha - Tríptico


Olá leitores! Hoje trago a vocês a resenha de Tríptico, de Karin Slaughter. Eu amo Thrillers, e acho que coloquei muitas expectativas na leitura. Confiram!


Livro: Tríptico
Autora: Karin Slaughter
Editora: Record
Ano: 2012
Páginas: 392
Skoob: 2/5

Sinopse: Um assassino cruel e frio está aterrorizando Atlanta. Atacando jovens, velhos, ricos ou pobres, nos subúrbios chiques ou nos conjuntos habitacionais, ele parece não ter nenhuma fronteira. Os detetives que investigam o caso talvez precisem não ter barreiras também para encontrá-lo. Entre eles está o veterano detetive Michael Ormewood - cujo casamento está por um fio e cuja arrogância está ameaçando sua carreira - e Angie Polaski, uma linda policial de narcóticos, que foi amante de Michael antes de se tornar sua maior inimiga. Para surpresa de ambos, a chave para resolver o caso pode estar nas mãos de um ex-condenado, que se depara com o rastro do assassino.

Uma história com poucas surpresas

Resenha: “Ele se virou e olhou para as pinturas sobre a lareira. Era um tríptico, três telas unidas que juntas formavam uma imagem quando abertas e outra imagem quando fechadas. Will sempre acreditou que ela gostasse da dualidade da obra. Era exatamente como Angie, uma por dentro, outra por fora. (...)

Um homicídio no conjunto habitacional Grady Homes, um dos bairros mais perigosos de Atlanta marca o início da história. O policial veterano Michael Ormewood chega ao local do crime e se depara com o corpo de uma prostituta que, além de estuprada, foi brutalmente assassinada. Como se isso já não bastasse, a mulher ainda teve sua língua arrancada, e é esse detalhe que chama a atenção de Will Trent, agente da GBI (Georgia Bureau Investigation), que está investigando uma série de agressões e estupro de adolescentes. A ligação entre os casos? Todas as vítimas tiveram suas línguas arrancadas.

A partir daí, Michael e Will passam a trabalhar juntos no caso, apesar de certa resistência por parte do veterano. Michael é um homem durão e inconveniente que está sofrendo uma grave crise em seu casamento.

Disléxico, Will é um bom policial, dedicado e meticuloso. Com um passado de negligência e sofrimento, se esforça muito pra realizar um bom trabalho e esconder suas limitações.

Durante as investigações entra em cena Angie Polanski, uma policial do Combate à Prostituição que trabalha disfarçada nas ruas, e que pode trazer informações valiosas ao caso. Angie tem uma forte ligação com Will, e um passado de sofrimento em comum.

Paralelamente, conhecemos o personagem mais interessante da trama em minha opinião: John Shelley. Um ex-presidiário em liberdade condicional após cumprir 22 anos de prisão, foi condenado por estuprar e assassinar a jovem Mary Alice Finney de 15 anos. Detalhe: a jovem teve sua língua arrancada à dentadas.

Um enredo super interessante, uma história com todos os ingredientes para tirar o fôlego, mas... Me decepcionou.

Não posso dar muitos detalhes, para evitar spoillers, mas Tríptico não foi o que eu esperava. A princípio o que me chamou atenção para o livro foi a capa (sim, capas são extremamente importantes), e quando li a sinopse fiquei empolgadíssima. Esse é meu estilo preferido de leitura, e sempre acabo colocando muitas expectativas na história.

Não há muito mistério, “matei a charada” logo de cara e descobri com muita facilidade a identidade do assassino. Cheguei a pensar: “não pode ser, foi muito fácil, vai ter uma reviravolta até o fim do livro”. Mas não teve. Tudo muito previsível. Os personagens até são bons, mas não cativam. Suas histórias são ricas e com grande carga dramática, mas algo deixou a desejar. Will, o policial disléxico e extremamente inteligente decepciona e muito no fim da história. Karin Slaughter tentou colocar algo de romântico na história, mas não conseguiu. Talvez fosse exatamente essa sua intenção.

Li outras resenhas de Tríptico e a maioria delas elogiavam o livro, mas a mim, não agradou. Esperava bem mais da história. Algo na tradução (creio eu) não se encaixou, e em vários trechos o texto simplesmente não faz sentido, me fazendo voltar e ler novamente pra tentar entender. Fora um erro grosseiro em relação a datas. Uma pena.

Este é o primeiro livro de uma série intitulada Will Trent. Não sei se pago pra ver os próximos. A conferir.

Classificação


Resenha feita por Michelle Figueira 

Um comentário:

  1. Oie
    O livro parece interessante, uma boa premissa. Mas não faz muito meu estilo, este eu passo.

    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigado pela seu visita, e pelo seu comentário.
Deixe o link do seu blog se você tiver, que irei seguir com maior prazer.
Deixe também o seu e-mail, que estarei respondendo o seu comentário.
Bjos

© Livros e Marshmallows ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo