topo :)

31/08/2015

Bienal Rio de Janeiro 2015 Editora Arqueiro!!


Oi oi pessoal, tudo bem com vocês? Estava morrendo de saudades. O blog ficou parado essa semana pois estava em uma correria louca. Mas agora estou de volta e com muitas novidades. Quem aqui vai para a Bienal? Mas um ano passa e o outro vem, e eu aqui sem conseguir realizar o sonho de ir a Bienal :( Para quem vai, confira a programação da Editora Arqueiro. Nossa Editora parceira :)




Já deu para morrer um pouquinho? Porque eu estou aqui doida para ir e não posso pois moro muito longe. Quem for não deixe de aproveitar cada segundo e minuto com esses autores maravilhosos. 

A Editora também fez um vídeo sobre: Dicas de sobrevivência para a Bienal. Achei super bacana. Confiram!!!

                

Fiquem de olho nas dicas e curtam bastante.

Bjs pessoal :)

19/08/2015

Resenha - Minha Vida dava um Livro!!


Oioi pessoal, tudo bem com vocês? Já estava morrendo de saudades. Hoje trago uma resenha um pouco diferente. De um livro interativo que eu gostei bastante. Vamos conferir??



Livro: Minha Vida dava um Livro
Autores: Guilherme Cepeda e Larissa Azevedo
Editora: Única
Ano: 2015
Páginas: 160
Skoob: 5/5
Adquira o livro: aqui

Sinopse: Minha Vida Dava Um Livro - Ei, aqui! Isso mesmo, estou falando com você. Você que anda pela livraria e muitas vezes perde a noção do tempo. Você, que distraidamente passa os olhos por pilhas de livros e lombadas coloridas e sempre compra mais edições do que pode ler no espaço de uma vida. Você, que agora parou para analisar esta capa entre tantas outras. Este livro é para você. A vida muitas vezes é tão maluca que chegamos a nos questionar se o que vivemos é realidade ou ficção. Experimentamos momentos e construímos enredos com tanta frequência que não surpreende pensarmos que nossa vida dava um livro. E dava mesmo! Que tal, então, escrevê-lo aqui? Se você é louco por livros tanto quanto nós, se perde o ponto e dorme tarde porque simplesmente não consegue deixar de terminar pelo menos mais um capítulo ou se já não sabe mais quantos livros leu e quantas vezes teve a vida salva por uma história, aqui estão as páginas que o aceitam e compreendem. Transforme seus sonhos, citações, lembranças e, principalmente, palavras na narrativa mais empolgante e emocionante que existe: a sua vida! E, claro, não se esqueça de compartilhar. Acompanhe a #SerieMinhaVida e divida conosco sua história. Sua vida dava um livro, é só virar a primeira página. Comece.

Resenha: Minha Vida dava um Livro é um livro puramente interativo e cheio de criatividade. Hoje em dia o que mais estamos vendo são esses tipos de livros. Antes um livro que demonstrava muitas gravuras era considerado um livro não muito bom ou feito para crianças.

Mas hoje os tempos mudaram. Temos livros de colorir (que viraram uma febre mundial) e agora temos os livros interativos que servem para todas as idades. Depois dos livros de colorir confesso que esse foi o primeiro livro que tenho seguindo esse estilo. Me surpreendi com a proposta da Editora, mas fiquei impressionada com a criatividade. Os autores conseguiram transformar a nossa própria vida em um livro.



Você pode usar o que quiser. Desde o lápis de cor, ao giz de cera. Use canetas coloridas, use figuras, use a sua criatividade. E faça a sua vida realmente ficar registrada em um livro. 

Infelizmente estou sem máquina fotográfica, e o meu celular está com a imagem muito ruim, por esse motivo não consegui tirar as fotos para mostrar para vocês como ficou o meu livro. Mas o que tenho a dizer é que o livro é incrível. Os autores foram bastante criativos com ideias super legais para você mesmo construir a sua própria história.

A Editora Única fez um excelente trabalho, a capa do livro e o roxo no branco por dentro ficou PERFEITO!! Simplesmente amei. Recomendo mil vezes esse livro para todas as idades.

Bjs pessoal :)

14/08/2015

Resenha - O Príncipe dos Canalhas


Hey,

Primeiramente, sou apaixonada por romances históricos e sou louca pelos escritos da Jane Austen. E qualquer livro que tenha o século XIX como cenário, certamente irá me cativar.


Livro: O Príncipe dos Canalhas
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 288
Skoob: 5/5
Adquira o livro: aqui

Sinopse: O Príncipe dos Canalhas - Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu. Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho. Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

Resenha: Comecei a ler O Príncipe dos Canalhas com muito entusiasmo e esperando de tudo... menos  ser “fisgada” por personagens tão peculiares e complexos.


Sebastian Ballister é um perfeito príncipe dos canalhas; perverso, arrogante, e presunçoso, que não se importa com ninguém além de si mesmo, também conhecido como Lorde Belzebu – o Príncipe dos Demônios, ou mais formalmente como marquês Dain. Ele é um primoroso vilão por fora, com um coração que mal bate por dentro, até... conhecer Jessica Trent, e ser obrigado a lidar com sensações que ele sempre enterrava com bebidas, meretrizes e orgias.

“Qualquer idiota era capaz de enxergar as placas de advertência: “ABANDONAI
TODA A ESPERANÇA VÓS QUE AQUI ENTRAIS”, ou, indo direto ao ponto,
“PERIGO. AREIA MOVEDIÇA”.

"Da mesma forma, a criatura diante dele era uma dama e nenhuma placa avisava que se devia manter distância. “Damas”, no Dicionário de Dain, estavam listadas sob os verbetes “Praga”, “Peste” e “Fome”.”-Pág. 26"

Seu maior temor é ser dobrado por uma mulher, ainda mais ser posto de joelhos por uma dama! O que ele considera abominável e repulsivo, pois jurou nunca ser humilhado e rejeitado novamente, ainda mais por uma mulher, mas Jessica Trent (graça aos céus!) não é qualquer mulher, ela é uma femme fatale – mulher fatal.

Jess é uma das solteironas mais disputadas da sociedade, que recebe cerca de seis pedidos de casamento por ano. Totalmente segura de si, com uma pontaria de dar inveja até no mais competente atirador, sobretudo com uma língua afiada e uma intelectualidade arrebatadora, mas que perdeu quase que completamente a compostura, após um avassalador primeiro encontro com o Lorde Belzebu em pessoa.

“O sotaque dela denunciava que era uma dama. Pior ainda – se fosse possível haver espécie pior de ser humano –, ela era, pelo que parecia, uma intelectual.” –Pág. 24

Jessica tinha um único objetivo em ir ­à Paris, que era resgatar seu irmão “cabeça de vento”, Bertie Trent, da má influência do bruto e arrogante marquês Dain, mas não esperava ser vítima de uma atração animalesca por ele.
“...
— Eu o machuquei, Dain? – perguntou ela, fingindo preocupação.
— Me machucar? – repetiu ele. – Você acha mesmo que vai conseguir me
machucar com isso? Dain agarrou-lhe o punho. Ela perdeu o equilíbrio e tombou para a frente, apoiando-se no ombro dele. Sua boca ficou a milímetros da de Dain. Ele se aproximou e a beijou ferozmente enquanto lhe soltava a mão para segurá-la pela cintura. O sol da manhã os aquecia, mas Jessica tinha gosto de chuva, como uma tempestade de verão...” –pág. 143

O livro é narrado na terceira pessoa, que alterna entre Dain e Jessica, de modo que a leitura transcorre de um jeito que o leitor nem percebe que já chegou na metade da história. Um romance que pode muito bem nos lembrar A Bela e a Fera, já que ele é um extraordinário monstro para a sociedade, e ela a perfeita dama, linda e delicada, ou similar, por assim dizer.

O que me deixou mais apaixonada foi fato dos personagens principais terem ideias divergentes, de nunca se entenderem, e quando entendem acabam fazendo justamente o contrário do esperado! Eu não sabia se ria ou arremessava o livro na parede. Mas confesso que fiquei grudada em cada página, querendo saber o que iria acontecer em seguida, ou como ela, ou ele iriam sair daquela “saia justa”.

O Príncipe dos Canalhas é o terceiro volume da saga Scoundrels (keep calm and respirem!), mas a editora decidiu publicar mesmo assim, pois a escritora não escreveu para ser exatamente uma série.  E a capa ficou incrível, a Arqueiro acertou em cheio ao publicar a obra da Loretta Chase, pois tenho certeza que esta não ganhou o Prêmio RITA à toa!

“— E, se eu não aceitar, vai tentar destruir a minha reputação – retrucou ela,
concluindo o raciocínio.
— Não será uma tentativa – refutou ele. Ela se sentou de maneira bastante ereta na cadeira e cruzou as mãos delicadas e enluvadas sobre a mesa.
— Pois eu gostaria de vê-lo tentar – declarou ela.” –Pág. 51

Envolvente, cativante, e incrivelmente divertido, um dos melhores romances históricos que já li, então sim, eu super recomendo!!!

Classificação


12/08/2015

Comunicado: Nova Resenhista!!


Olá meus amores, tudo bem com vocês? Hoje o blog Livros e Marshmallows está em festa!! Venho com muita alegria apresentar para vocês a nossa nova Resenhista do blog. Essa mocinha linda irá fazer parte da nova equipe do Livros e Marshmallows. Estamos muito felizes com a sua chegada. Seja Bem Vinda!!!

Marcela Ferreira


Olá meu nome é Marcela Ferreira, tenho 17 anos, faço faculdade de Psicologia. Moro no Estado do Acre (sim, ele existe!). Sou uma leitora fissurada pelo mundo dos livros e que ama um café com leite. Sempre sonhando com uma possível viagem à Nárnia!

Estou muito feliz com a sua chegada Marcela. Espero que esta parceria venha nos trazer muitos frutos. Não tenho palavras para agradecer a sua iniciativa de fazer parte deste cantinho.

Fiquem de olho pessoal. Pois logo, logo vocês vão ver as resenhas da Marcela aqui no blog.

Bjs :)

11/08/2015

Resenha - Por toda a Eternidade


Olá leitores! A resenha de hoje é do livro Por Toda a Eternidade de Kristin Hannah, continuação da linha história de Amigas para Sempre. Vamos lá?


Livro: Por Toda a Eternidade
Autora: Kristin Hannah
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 400
Skoob: 5/5

Sinopse: Por Toda A Eternidade - Tully Hart é uma mulher ambiciosa, movida por grandes sonhos que, na verdade, escondem as lembranças de um passado de abandono e dor. Ela acredita que pode superar qualquer coisa ao esconder bem fundo os sentimentos de rejeição que carrega desde a infância... Até que sua melhor amiga, Kate Ryan, morre. Então, tudo começa a mudar para Tully, que se vê escorregando em um precipício cheio de memórias melancólicas e remédios para dormir...Dorothy Hart — ou Cloud, como era conhecida nos anos 1970 — está no centro do trágico passado de Tully. Ela abandonou a filha repetidas vezes na infância. Até que as duas se separaram de uma vez por todas. Aos dezesseis anos, Marah Ryan ficou devastada pela morte da mãe, Kate. Embora seu pai e seus irmãos se esforcem para manter a família unida, Marah transformou-se numa adolescente rebelde e inacessível em sua dor. Tully tenta aproximar-se de Marah, mas sua incapacidade para lidar com os sentimentos da afilhada acaba empurrando a menina para um relacionamento infeliz com um rapaz problemático. A vida dessas mulheres está intimamente ligada, e a maneira como elas vão rever seus erros e acertos constrói um romance comovente sobre o amor, a maternidade, as perdas e o novo começo. Onde há amor, há perdão...

ATENÇÃO: Contém spoillers do primeiro livro Amigas Para Sempre.


“Em seus sonhos, Tully estava senda numa das cadeiras Adirondack na minha varanda. Eu estava ao lado dela, claro, como sempre estávamos: jovens e rindo. Sempre conversando. Nos galhos do velho bordo, com folhas vermelhas e douradas do outono, vários potes de vidro pendiam de trepadeiras; neles, velas queimavam sobre nossas cabeças, derramando luz pelo chão.”

Resenha: Por Toda a Eternidade é o segundo volume da duologia Firefly Lane e nos mostra a continuação da história das inseparáveis amigas Tully e Kate, que viveram uma amizade maior que a própria vida. Uma história cheia de conflitos, desilusões, erros e acertos, onde o amor sempre falará mais alto.

“Em vez de ignorar a dor, você precisa mergulhar nela, usá-la como um casaco quente num dia frio. Havia paz na perda, beleza na morte, liberdade no arrependimento. Ela aprendera isso da forma mais difícil.”

Depois de lutar bravamente contra um câncer, Kate se foi, e sua partida devastou a vida de todos que a amavam. Seu marido Johnny, mergulhado no sofrimento, não consegue dar aos filhos o consolo necessário. Os gêmeos Wills e Lucas de 11 anos tentam voltar a ter uma vida minimamente normal mesmo sem a mãe para a apoiá-los, e Marah, com 17 anos, cheia de culpa pela forma com que vinha tratando a mãe, simplesmente desmorona. E aquela a quem Kate confiara sua família, a amiga de toda a vida Tully, se transforma numa sombra de si mesma.

Após largar de uma hora para outra seu famoso programa de TV e jogar para o alto sua promissora e batalhada carreira, Tully foi ficar junto de sua amiga que já estava em estado terminal. Esteve ao lado dela até o fim, e depois que Kate se foi, Tully se viu desempregada, sem credibilidade, sozinha e cheia de dor pela perda de sua melhor amiga. Junte-se a isto a indiferença de Johnny, que não consegue esquecer o quanto Tully magoou Kate no passado, e tudo se torna um buraco sem fundo.

“E assim as coisas pioram. Estou desempregada e aparentemente ninguém pode me contratar. Estou gorda. Não tenho família e minha melhor amiga morreu. E o Dr. Granola aqui pode olhar para mim e ver que estou secando de dentro para fora.”

Marah carrega, além da dor pela perda da mãe, a culpa por não ter sido uma boa filha. Mesmo durante a doença de Kate, Marah se comportava como uma típica adolescente, sempre insatisfeita e contrariada. A morte da mãe a deixou extremamente frágil, e em um momento de desespero e dor extremos ela começa a se cortar. Vendo que já não tinha mais controle sobre si mesma, Marah pede ajuda, e Tully resolve cumprir a promessa feita a Kate de cuidar de sua família e leva a menina para sua casa, comprometendo-se com Johnny que cuidaria de sua filha com todo carinho e dedicação. Mas o que Tully não sabia era que ELA também precisava de ajuda, e acaba fracassando em sua missão. Marah conhece na terapia de grupo o estranho e problemático Paxton e depois de muitas mentiras, foge de casa. Atormentada pela culpa e pelas acusações de Johnny, Tully se afunda cada vez mais em remédios e álcool e, completamente descontrolada, abandonada por todos, presa ao ostracismo, e com as duras marcas deixadas pela infância negligente, acaba sofrendo um grave acidente de carro e ficando entre a vida e a morte.

Vidas despedaçadas. Mágoas antigas e mal resolvidas. Abandono, amor e redenção. Tudo isso misturado a um profundo desejo de seguir em frente faz de Por Toda a Eternidade uma história tocante e singela.

“Por que era preciso uma tragédia para ver a vida com clareza?”

Eu li Amigas Para Sempre há algum tempo e gostei muito (veja resenha aqui). Kristin Hannah tem uma escrita muito leve e fluida, e a leitura é extremamente agradável. A história é dramática e densa, mas não chega a ser pesada. Os personagens são muito reais, cheios de defeitos e qualidade, e me fizeram ter sentimentos contraditórios. Amei e odiei cada um deles, tamanha a proximidade que senti. Tully foi fraca (não sem motivos) e Marah, mimada ao extremo, não soube lidar com sua perda. Tive vontade de estapeá-la algumas vezes!

Achei muito interessante a narração do livro, que intercala trechos em terceira pessoa e outros em primeira, sob o ponto de vista de Tully e de sua mãe.

Meu destaque vai para a relação entre Tully e a mãe Dorothy/Cloud. Depois de abandonada mais de uma vez pela mãe, Tully tenta se livrar de seu fantasma, mas a presença dela ronda sua vida. Ela sempre esperou que sua mãe um dia voltasse para buscá-la, que a amasse e que cuidasse dela. Tantos anos de sofrimento são colocados à prova diante delas.

O amor supera tudo? É possível resgatar uma relação tão desgastada pelo abandono e a decepção? Por Toda a Eternidade nos mostra acima de tudo o valor da vida! E o quanto devemos rever nossas atitudes enquanto nos é permitido, colocando o amor sempre a frente de tudo!!!

“Sei que ela vai ficar bem. A vida vai continuar para ela; corações serão partidos e sonhos serão realizados e riscos serão aceitos, mas ela sempre se lembrará de nós – duas meninas que confiaram uma na outra há muito tempo e se tornaram melhores amigas.

Classificação
                   


Resenha feita por Michelle Figueira 

10/08/2015

Lançamento Agir Now - Vingança!!


Oioi pessoal :) Como passaram o fim de semana? Hoje começo a semana trazendo novidades. Confiram!!

  Vingança chegando com tudo!


Lançamento da Agir Now tem paixão, suspense e muita reviravolta pra te deixar super preso!

Lembra como a história de Romeu e Julieta deixou gerações e mais gerações de coração partido pelos amantes desafortunados? Como a intensidade dos sentimentos dos dois e a rivalidade egoísta de suas famílias acabou com aquelas duas vidas, ainda tão jovens e ingênuas? Então prepare o coração para Vingança, de Catherine Doyle, o novo lançamento da Agir Now! Sophie achava que passaria apenas mais um verão sem graça com sua melhor amiga Millie, trabalhando no restaurante da família, até que cinco irmãos muito gatos se mudam para o casarão no fim da rua. Sophie logo se vê fisgada por um dos rapazes: Nic, com seus belos olhos cor de caramelo. Mas há um perigo em seu envolvimento com o garoto, algo que ela não deveria ignorar. Luca, o irmão mais velho de Nic, não parece aprovar da aproximação dos dois, e os mistérios em torno da família só parecem aumentar. Quando alguns segredos de Nic vem à tona, Sophie é obrigada a enfrentar dolorosas revelações em relação à própria família e de repente se vê no meio de uma vendeta entre duas dinastias rivais. Agora ela é obrigada a tomar uma difícil decisão entre paixão e lealdade e, assim que sua escolha for feita, sangue será derramado e corações se partirão, pois, quando se trata de amor, a desonra pode ser uma questão de vida ou morte. Vingança com certeza fará o seu coração ficar dividido como o de Sophie, com suas decisões difíceis e uma paixão arrebatadora e cheia de segredos. Venha dar uma conferida nesse lançamento intenso, cheio de romance, segredos e, é claro, vingança! 


Gostaram?? Eu amei!!! Já estou doida para ler. 
Bjs :)

05/08/2015

Resenha - Plutão


Oioi pessoal, vamos a mais uma resenha? Agora voltei com tudo e se preparem pois tem muita resenha vindo por ai. Confiram!


Livro: Plutão
Autora: RJ Palacio
Editora: Intrínseca
Ano: 2015
Páginas: 90
Skoob: 5/5

Sinopse: Plutão - Em Plutão, R. J. Palacio traz a história de Christopher, o melhor amigo de infância de August Pullman, um garoto de feições incomuns que encantou leitores do mundo inteiro no romance Extraordinário. Exclusivo em e-book, o livro alterna entre o presente e flashbacks de quando os dois meninos eram vizinhos. Plutão acompanha Chris ao longo de um dia especialmente complicado. Os pais estão se divorciando e ele está com dificuldades na escola, mas mesmo afastado do velho amigo, é relembrando alguns desafios e aprendizados que teve ao lado de Auggie que Chris encontra algum conforto. Uma linda história sobre o valor da amizade na vida das crianças, uma vivência intensa e marcante.

Resenha: Não sei como começar esta resenha, o livro me deixou encantada. Não sei se alguém já leu Extraordinário. Se ainda não leu, corre para ler pois Plutão não é uma continuação do livro, mas nos conta a história do melhor amigo do August conhecido como Auggie que é do livro Extraordinário. Quem quiser conferir a resenha de Extraordinário é só clicar aqui.

Plutão nos conta uma história linda e emocionante. Conhecemos Christopher Angus Blake que desde sempre foi o melhor amigo de Auggie. Os dois foram apresentados quando tinha dois anos de idade. As suas mães sempre foram amigas inseparáveis e quando tiveram os seus filhos conseguiram criar os dois da mesma forma.

Chris demorou um tempo para perceber que o seu amigo era diferente, até então ele pensava que Auggie era uma criança normal, mas não era. Mas em momento algum ele teve preconceito com o amigo, sentia as vezes uma certa vergonha de estar junto, pois acredito que isso seja normal em uma criança que ainda não entende muito das coisas. Mas a amizade dos dois sempre foi bonita, sincera e pura.

"Boas amizades valem um esforcinho a mais".

O livro é um e-book bem curtinho com menos de 100 paginas que nos mostra um dia na vida de Chris. Chris é um garoto normal que estuda em uma escola normal com amigos legais. Conseguimos acompanhar o seu dia desde o momento em que ele acorda até a hora em que vai dormir. E nesse dia muita coisa acontece. Coisas boas e ruins. Vários momentos Chris nos conta sobre a sua amizade com Auggie e como a vida dele fez muito sentido depois que ele reconheceu como é importante ter amigos. Como a história é bem curtinha não tenho muito o que escrever porque não quero soltar spoiler.

Simplesmente amei como a autora nos apresenta esse e-book. Ela nos faz refletir, mais uma vez sobre o valor da amizade e a importância de lidarmos com os preconceitos. Resgatar amizades antigas é muito importante e dar valor a cada uma delas. Dependemos dos nossos amigos, sem eles a nossa vida seria muito sem graça.

Uma leitura gostosa e rápida para você ler em uma tarde. Recomendo para que todos leiam. Todas as idades, pois esse livro é uma lição de vida. 

Classificação
                    

Bjs pessoal :)

03/08/2015

Resenha - Eu estive aqui


Oi lindos!!! Vamos de resenha hoje? Preparem o coração pois esse livro foi incrível.


Livro: Eu estive aqui
Autora: Gayle Forman
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 240
Skoob: 5/5
Adquira o livro: aqui


Sinopse: Eu Estive Aqui - Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo... e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida. Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível.

Resenha: Sinceramente não sei como começar esta resenha. Esse livro não me fez chorar mas confesso que mexeu bastante comigo. Hoje consigo olhar alguns pontos da vida através de um outro ângulo.

“Eu estive aqui” nos conta a história de Cody e Meg. Duas melhores amigas inseparáveis conhecidas como unha e carne. A história inicia com o suicídio de Meg (ela usou uma forma muito bem articulada para se matar). Cody fica totalmente perdida, se sentindo culpada e inconformada com a morte da amiga. Ela tenta investigar a fundo o que realmente aconteceu e o que fez Meg a tomar essa decisão tão friamente.

O livro é narrado na primeira pessoa pelo ponto de vista da Cody. Ela vive cada momento intensamente e nos leva a viver tudo isso junto com ela.

“Sinto informar que precisei dar fim à minha própria vida. Estou adiando esta decisão há muito tempo, e ela é minha e de mais ninguém. Sei que isso lhe causará sofrimento, e lamento que seja assim, mas saiba que eu precisava acabar com a minha dor. Não tem nada a ver com você, mas tudo a ver comigo. Não é culpa sua. Meg”

Meg planejou tudo. O local que ia morrer, o que ia tomar, mandou um e-mail para a sua família e sua amiga programado para ser enviado depois de alguns dias da sua morte. Tudo foi feito perfeitamente. Isso deixou Cody em um conflito de sentimentos muito grande. Surgiram vários questionamentos e muitas perguntas sem respostas. Pois Meg nunca tinha dado um sinal ou uma pista de que um dia ou em qualquer momento iria se matar. Cody se sentia culpada pois havia se afastado da amiga desde quando ela passou no vestibular e foi para a Universidade em Tacoma. Mas de uma coisa era certo. Cody estava disposta a encontrar as respostas para tudo aquilo que estava acontecendo.

Depois da morte de Meg, Cody vai para Tacoma a pedido da família de Meg para pegar as suas coisas que se encontra em um quarto na Republica em que ela morava. Chegando lá Cody conhece alguns colegas de Meg e também um ex-amigo (ou ex-namorado). E todo o desenrolar da história começa a partir desse momento.

Eu nunca tinha lido nada da autora esse foi o primeiro livro. Fiquei profundamente encantada com a sua escrita, não achei a historia previsível, a narrativa é ótima e flui naturalmente. Gostei de tudo! Confesso que quando comecei a ler imaginei que fosse esses livros de Jovem Adulto mas cheio de mimimi. Me surpreendi!! Pois não é nada daquilo que eu imaginei.

A autora abre os nossos olhos para algumas situações que acontecem na vida real ao nosso redor e que muita das vezes olhamos mas no fundo não queremos enxergar. Consegui ter uma visão muito ampla não só na ficção mas também na vida real. Talvez você vai ler esse livro e vai chorar horrores ou talvez você vai ler e ficar profundamente emocionada e pensativa por muitos dias. Foi o que aconteceu comigo.

Não posso contar mais sobre a história, porque sei que deixarei escapar muitos spoilers. E todos aqui já sabem que odeio spoiler. Mas a única coisa que tenho a dizer é: Leiam!! No final do livro a autora deixa uma Nota, essa nota foi fundamental para fecharmos a última pagina com chave de ouro e com uma sensação maravilhosa de: Valeu a pena ter chegado ate aqui.

Recomendo!! Sim recomendo de olhos fechados. Uma excelente história. Talvez você encontre alguns pontos que a autora deixou meio vago. Mas isso não é o mais importante. O mais importante é a mensagem que ela nos deixa no final da história.

A capa do livro está linda. Amei o fundo preto com as fotos, a diagramação está perfeita. Mais uma vez a Editora Arqueiro fez um excelente trabalho. 

Classificação
                  

Bjs pessoal :)

01/08/2015

Lançamentos com preços ótimos!!


Oi pessoal, tudo bem? A Editora Geração Editorial vai estar presente na feira do dia dos pais no CCC com livros maravilhosos e com preços imperdíveis. Confiram!!



Você não vai ficar de fora dessa né?!

Bjs pessoal :)
© Livros e Marshmallows ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo