topo :)

15/09/2015

Resenha - O Resgate do Tigre


Olá leitores! Tenho uma nova resenha para vocês, desta vez, o livro é O resgate do Tigre, segundo volume da Saga do Tigre. Vamos a ela?


Livro: O Resgate do Tigre
Autora: Collen Houck
Editora: Arqueiro
Ano: 2012
Páginas: 432
Skoob: 2/5

Sinopse: O Resgate do Tigre - Fé. Confiança. Desejo. Até onde você iria para libertar a pessoa amada? Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d´água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca - dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren -, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey. Em O resgate do tigre, a aguardada sequência de A maldição do tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página. 

ATENÇÃO: Contém spoillers do primeiro livro da saga, A Maldição do Tigre.

Resenha: Em A Maldição do Tigre, primeiro volume da saga, conhecemos a história fantástica do tigre Ren, que é na verdade o príncipe indiano Dhiren. Depois de ser traído pelo irmão e pela noiva, ele é amaldiçoado e transformado em tigre.  Após anos vivendo como animal, Ren conhece Kelsey, que o ajuda a reverter à maldição, e após conseguirem cumprir uma parte de uma longa jornada, o Tigre passa a viver 6 horas do dia como humano. No final do livro, Ren e Kelsey estão apaixonados, mas ela decide deixar o seu amado na Índia e voltar para o Oregon.

Já no início de O Resgate do Tigre, Kelsey está de volta aos Estados Unidos. Ren lhe dá de presente uma casa maravilhosa, carro, dinheiro, acesso a faculdade e tudo mais que uma jovem poderia querer. Mas Kesey tenta a todo custo esquecer o príncipe-tigre e pra isso começa a sair com outros rapazes, apesar de seu pensamento e coração continuarem na Índia, com Ren.

“Havia uma corda invisível amarrada em meu coração, nos conectando. Sua força implacável ficava tentando me puxar de volta. Talvez um dia essa corda se desgastasse e por fim se rompesse.”

Depois de muito sofrer, Ren resolve ir atrás de Kelsey e se declara. Os dois, apaixonados, iniciam uma história de amor juntos, enquanto se preparam para continuar a busca pelo segundo objeto que ajudará a quebrar a maldição imposta a Ren e a seu irmão Kishan, que também se transforma em tigre. Mas durante um confronto, o terrível vilão Lokesh captura Ren, obrigando Kelsey e Kishan a partirem sozinhos atrás do artefato que poderá libertar os irmãos da maldição. A proximidade entre os dois aumenta a cada dia, e Kishan se vê também apaixonado pela amada do irmão, repetindo a mesma história acontecida no passado. Em meio a muitas aventuras eles enfrentarão muitos perigos, e com a ajuda do sempre presente Sr Kadan, buscarão não só o fim da maldição dos irmãos, mas também resgatar Ren das garras de Lokesh.

“- Não sou o tipo de homem que reprime os sentimentos, Kells. Não fico sentado no quarto me consumindo de tristeza, escrevendo poemas de amor. Não sou um sonhador. Sou um lutador. Sou um homem de ação e vou precisar de todo meu autocontrole para não lutar por isso. Quando é preciso fazer alguma coisa, eu faço. Quando eu sinto alguma coisa, eu tomo uma atitude. Não vejo nenhum motivo para que Ren mereça ter a garota dos seus sonhos e eu não. Não me parece justo isso acontecer comigo duas vezes.”

Sim, sou teimosa. Li A Maldição do Tigre e não gostei. Achei a história fraca e os personagens principais chatos e sem personalidade. Mas como tinha comprado os três primeiros volumes da saga, resolvi dar mais uma chance a Collen Houck e li o segundo volume, O Resgate do Tigre. E consegui achar o segundo ainda pior que o primeiro.

A história é batida, fraca e simplória. Os personagens são enfadonhos, a mocinha é infantil e muito indecisa. Não sabe o que quer. Ren é melhorzinho, mas mesmo assim sem personalidade. O melhor personagem da trama é Kishan, mais decidido, vai atrás daquilo que deseja.  Não senti empatia em nenhum momento, e a vontade de abandonar o livro foi grande. Dificilmente não chego ao fim de uma história, por isso insisti, mas certamente não lerei os próximos volumes. Não ficou nenhuma vontade de conhecer o final da Saga do Tigre.

A única coisa de bom que encontrei no livro foram as citações a mitologia, principalmente a indiana. As histórias míticas citadas são de longe, muito mais interessantes que o livro. Peço desculpas aos amantes da saga (que não são poucos), mas em minha opinião o livro é decepcionante.

Classificação


Resenha feita por Michelle Figueira 

6 comentários:

  1. Sério que você não gosta? :O Tem todo o direito né? Ainda bem que existe diversidade de gostos, mas eu amo essa série, e achei esse livro melhor que o primeiro, embora concorde que sim, a Kelsey é muito chata.
    Gostei muito de ler a sua opinião por ser contrária à minha.
    Beijinho
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  2. Oie
    SEmpre ouvi maravilhas dessa série e da autora, mas sempre fiquei com um pé atrás, tanto que até hj nunca li nada da autora.
    Sua resenha foi a primeira negativa que eu li, e acredite conseguiu me deixar mais curiosa para ler, do que as resenhas positivas heeeee
    Adorei sua resenha!! :n

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que pena que você não gostou Miche, e essa é uma série que o povo ama tanto. Me sinto ET quando isso acontece comigo, mas faz parte. Valeu pela sinceridade. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  4. Oi ...
    Ainda nem comecei a ler essa série ...
    Acho que desde o começo a sinopse não me atraiu , agora após ler sua resenha fiquei ainda mais desanimada .
    Seguindo ...

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Michelle,
    comecei a ler o primeiro livro porque fiquei curiosa sobre a mitologia contada na Índia e tals, e me arrependi amargamente, tive que me arrastar para terminar o livro. Mas aí fiquei curiosa pra saber o que ia rolar no segundo... E de novo me decepcionei. A heroína é mesmo muito infantil e indecisa... Enfim, concordo com você sobre a história e adorei sua resenha sincera.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Como não apareceu a caixa de comentários, vou comentar no espaço destinado a resposta ok.
    Li os primeiros livros dessa série há uns 4/5anos e lembro que eu adorei a leitura! Já não lembro dos detalhes, só do enredo geral então com certeza a leria novamente, você é a primeira pessoa que vejo que não gostou do livro, uma pena, mas você argumentou bem :) ótima resenha!
    Abraços,
    Andy - http://www.starbooks.com.br

    ResponderExcluir

Obrigado pela seu visita, e pelo seu comentário.
Deixe o link do seu blog se você tiver, que irei seguir com maior prazer.
Deixe também o seu e-mail, que estarei respondendo o seu comentário.
Bjos

© Livros e Marshmallows ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo