topo :)

20/08/2016

Resenha - Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar


Olá leitores!! Tudo bem com vocês? Não é segredo o quanto eu sou apaixonada por romances de época, e para hoje temos esse livro, que é um dos mais recentes lançamentos da Editora Arqueiro!


Livro: Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar
Autora: Sarah Maclean 
Editora: Arqueiro
Páginas: 384
Skoob: 5/5
Adquira o livro: aqui

Sinopse: A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres. E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato. Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres. Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente.

Resenha: A história nos leva a conhecer Lady Calpúrnia Hartwell, ou simplesmente Callie, sendo ela um exemplo perfeito de tudo que uma verdadeira dama deve ser. No auge dos seus 28 anos, já rotulada como solteirona, Callie é vista como sem graça e tediosa, porém, farta de todos sentirem pena de sua condição, ela elabora uma lista com nove regras que a sociedade impôs as mulheres, com a pura intenção de quebrá-las.

1- Beijar alguém... apaixonadamente
2- Fumar charuto e beber uísque
3- Montar com as pernas abertas
4- Esgrimir
5- Assistir a um duelo
6- Disparar uma pistola
7- Jogar (em um clube para cavalheiros)
8- Dançar todas as danças de um baile
9- Ser considerada linda. Pelo menos uma vez.
Callie parte então, no meio da noite, rumo a Casa Ralston, onde vive um dos maiores libertinos de Londres, para poder quebrar a primeira regra...
“[...] –Por que está aqui?
E então, fosse por coragem, covardia ou xerez de mais –jamais saberia-, decidiu responder. Afinal de contas, a noite não podia piorar.
Em um sussurro, anunciou:
-Vim pedir que me beijasse.”
Gabriel St. John é o marquês de Ralston, um homem charmoso e mal-humorado, rico e um perfeito libertino, que acaba de descobrir que tem uma meia irmã, Juliana Fiori, e ainda por cima é italiana, tornando sua apresentação à sociedade mais complicada.
“-Callie é diferente das outras mulheres –disse Juliana, passando inteiramente dos limites. –Está sempre disposta a fazer o que for preciso para corrigir uma situação.”
Mas quando ele reconhece Callie e ouve seu pedido um tanto estranho, vindo de uma dama ilibada como ela, vê na situação uma solução para o problema relacionado à sua irmã. Juliana é uma bastarda e precisa de um patrono adequado para ajudá-la a ser aceita na sociedade exigente de Londres. E Lady Calpúrnia Hartwell é perfeita para o papel, pois, além de ter uma reputação inquestionável; é uma Allendales, uma família bem vista e influente no meio social.
“—Muito bem, milady, é uma negociadora formidável. Aceito seus termos. –E aproximou-se, a voz assumindo um tom sedutor de tenor. –Vamos selar com um beijo, então?”
A partir daí inicia-se então suas “aventuras”, porém não é fácil para uma mulher transitar em certos lugares sem macular e arruinar sua reputação, e quando a situação exigia, Callie estava disposta até mesmo a se disfarçar de homem e a pedir ajuda ao Marquês de Ralston.

“-Marqueses ricos e solteiros são sempre bem-vindos de volta à luz.
Ele fez uma pausa, deixando o polegar acariciar lentamente os nós dos dedos dela, e baixinho, lançou um desafio junto ao seu ouvido:
-E se eu não tiver certeza se quero sair da escuridão?”
Gabriel é o irmão gêmeo de Nicholas St. John, sendo totalmente oposto ao irmão, já que Nick é mais cavalheiro e gentil, e Gabriel é o tipo de homem cético e incapaz de acreditar no amor, pois ambos cresceram sem esse afeto da mãe, que fugiu quando eles ainda eram pequenos, causando um escândalo que os assombra até então.
“O resultado? As mulheres corriam atrás dos dois gêmeos, mas por razões radicalmente opostas. Gabriel era um notório libertino; Nick era o perfeito cavalheiro.”
Ao contrário deles, Callie sempre foi cercada pelo amor de sua família. Ela é uma romântica incorrigível, sonhadora, totalmente crente no amor, assim como seus dois irmãos; Mariana, a caçula e noiva do duque de Rivington, conhecida também como a Beldade Allendale, e seu irmão mais velho e conde de Allendale, Benedick.
“-Callie é uma romântica incurável. É assim desde que era uma garotinha. É o resultado natural de temos sido fruto de um completo caso de amor, de ela ter lido todos os romances que conseguiu pôr as mãos durante os últimos vinte anos e de meu próprio encorajamento para que resistisse à intuição do casamento sem amor. ” –Benny para Gabriel.
A trama se torna cada vez mais intensa quando, Callie e Gabriel, se veem perdidos em uma atração avassaladora. Ela, uma romântica incurável, e ele um descrente do amor.

“-Não há nada de simples na atração.
-Mesmo assim...
Ela parou, incapaz de se lembrar o que estava tentando dizer. Ele estava tão perto.
-Devo lhe mostrar o quanto a atração pode ser complicada?”
Callie prepara Juliana para a sociedade ao mesmo tempo em que, uma a uma, começa a quebrar as regras listadas, e algumas delas são infringidas de modos impensáveis, graças ao impetuoso Marquês de Ralston, que aos poucos percebemos junto com Callie o quanto apaixonado e protetor ele é quando se trata da família, sendo um homem totalmente diferente do que imaginávamos.
“[...] –Gostei de cada parte da noite. Posso não beber uísque ou fumar charuto de novo, mas sempre vou guarda com carinho o fato de que fiz essas coisas. A aventura faz valer a pena a experiência decepcionante.
-Não me agrada esse gosto que você desenvolveu pela aventura, irmã. ” –Callie e Benny.

Então leitores, quando vi esse lançamento incrível da Editora Arqueiro, não pude resistir, e claro que não me arrependo. Nove Regras a Ignorar antes de Apaixonar é um romance muito diferente de todos que já tive a chance de ler, pois notei ao decorrer da história alguns pequenos detalhes distintos.
“Quantas vezes dissera a si mesmo que Gabriel não era para ela? Que ela era sem graça demais, rechonchuda demais, inexperiente e maçante demais para atrair o interesse dele? ”
Callie é uma heroína que foge dos padrões desse gênero, pois ela não tem problemas financeiros, não é considera um ícone de beleza, e se auto descreve como “sem graça”, “rechonchuda”, tediosa e muito passiva, porque sempre seguiu as normas da sociedade à risca; e está sucessivamente preocupada com sua reputação e com o que os outros pensam.
Esse é o primeiro livro que leio da autora Sarah MacLean, e já adicionei todos os outros dela na minha listinha de leitura. Sua escrita é muito envolvente e os diálogos entre os personagens são divertidos e bem escritos, tanto que eu era capaz de ouvir a voz deles nitidamente em minha cabeça (haha, quem nunca né?). Amei até mesmo os personagens secundários, que foram bem construídos, como o irmão de Callie, o Benedick, ou Benny para os íntimos, e a mãe de Callie, a condessa de Allendale, que é uma mulher extravagante e exótica.

Essa é a primeira obra da série Números do Amor e, e não vejo a hora de ler os outros, sendo o segundo foi intituladocomo “Dez formas de fazer um coração se derreter”, que vai girar em torno do Nicholas St. John, o irmão do Gabriel; e o terceiro livro quem ganha destaque é a irmã dos gêmeos, Juliane Fiori, a obra foi nomeada como “Onze leis a cumprir na hora de seduzir” (tenho até um palpite acerca do par dela.)Além da escrita maravilhosa, não pude deixar de ser cativada por essa capa pra lá de perfeita! Ela combina totalmente com o que a história trás.

“-Nunca duvide de quanto é linda, Callie, pois sua beleza me arruinou para todas as outras mulheres. E, francamente, queria tê-la encontrado anos atrás.”
MacLean é uma escritora brilhante e seu romance possui tudo que o gênero pede, sendo ele sensual, cativante, divertido e envolvente até a última linha. E como podem ter percebido, eu amei o livro e claro que recomendo muito para os leitores apaixonados por romances de época, e por histórias atraentes e cômicas.
Classificação
                 


Um comentário:

  1. adoro a personagem principal, forte, feminina, atual para o presente e a frente de seu tempo no passado! a trama não podia ser melhor
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pela seu visita, e pelo seu comentário.
Deixe o link do seu blog se você tiver, que irei seguir com maior prazer.
Deixe também o seu e-mail, que estarei respondendo o seu comentário.
Bjos

© Livros e Marshmallows ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo