topo :)

30/01/2017

Resenha - As Cores da Vida

Oi pessoal tudo bem? Vamos de resenha hoje?

Livro: As Cores da Vida
Autora: Kristin Hannah
Editora: Arqueiro 
Ano: 2015
Páginas: 352
Skoob: 4/5
Adquira o livro: aqui

Sinopse: Uma arrebatadora história sobre irmãs, rivalidade, perdão e, em última análise, o que significa ser uma família. As irmãs Winona, Aurora e Vivi Ann perderam a mãe cedo e foram criadas por um pai frio e distante. Por isso, o amor que elas conhecem vem do laço que criaram entre si. Embora tenham personalidades bastante diferentes, na verdade são inseparáveis. Winona, a mais velha e porto seguro das irmãs, nunca se sentiu em casa no rancho da família e sabe que não tem as qualidades que o pai valoriza. Mas, sendo a melhor advogada da cidade, ela está determinada a lhe provar seu valor. Aurora, a irmã do meio, é a pacificadora. Ela acalma as tensões familiares e se desdobra pela felicidade de todos – ainda que esconda os próprios problemas. E Vivi Ann é a estrela entre as três. Linda e sonhadora, tem o coração grande e indomável e é adorada por todos. Parece que em sua vida tudo dá certo. Até que um forasteiro chega à cidade... Então tudo muda. De uma hora para a outra, a lealdade que as irmãs sempre deram por certa é posta à prova. E quando segredos dolorosos são revelados e um crime abala a cidade, elas se veem em lados opostos da mesma verdade.

Resenha: Confesso que já vi vários livros da autora Kristin Hannah, tenho até alguns outros livros dela, mas nunca tinha lido nenhum até me deparar com “As Cores da Vida”.

O livro nos conta a história de: Winona, Aurora e Vivi Ann três irmãs que decidem recomeçarem a vida junto com o pai depois da morte da mãe. O pai muito amargo e mal-humorado ainda sofre com a morte de sua esposa. As irmãs se amam, mas no coração de cada uma existe uma disputa e uma rivalidade que parece nunca ter fim. Vivi Ann sempre foi a queridinha do pai, Winona sempre fez de tudo para chamar a atenção dele e Aurora sempre esteve em meio termo. Nunca soube em qual lado ficar.

O sitio onde Vivi Ann e o pai moram tem passado por um momento muito difícil, pois o dinheiro está acabando, o pai não sabe mais o que fazer e a cada dia que passa a magoa e a tristeza vem tomando conta daquele lugar. Winona decidiu vender um pouco das terras para pagar as dívidas e dar uma vida melhor para o pai. O mesmo não concorda de jeito nenhum, até que Vivi Ann tem uma brilhante ideia de transformar o sítio em uma escola de treinamentos para cavalos com vários concursos concorrendo a vários prêmios.

Muitas pessoas comparecem ao sitio da família Grey para participar desses eventos e por esse motivo Vivi Ann acaba resolvendo a situação da família. Muita coisa acontece no decorrer da história. Winona disputa com Vivi Ann o tão famoso e charmoso veterinário Luke que chega no Sitio para prestar ajuda a família. 

Depois de um tempo Vivi Ann se apaixona por um homem desconhecido que Winona contrata para prestar serviço no sítio e sua vida da uma reviravolta de ponta a cabeça. A história toma vários rumos diferentes, a autora consegue te prender do inicio ao fim com acontecimentos marcantes que podem acontecer na vida de qualquer um. 

Neste livro aprendi muito sobre base familiar, recomeço e perdão. Perdoar é sempre necessário principalmente quando o perdão tem que ser dado para uma pessoa dentro do nosso seio familiar.

A vida na maioria das vezes é muito dura. Temos que aprender a lidar com as adversidades e saber sempre dar a volta por cima. Por mais que em muitos momentos não encontramos cores e sentido para viver, mas devemos lutar e confiar sempre pois no final tudo da certo e conseguimos da cor aquilo que estava no preto e branco.

Kristin Hannah me ensinou isso. A autora me fez refletir na história várias situações que podem acontecer com cada um de nós no dia-a-dia.

O livro narrado na terceira pessoa nos conta de um modo geral a vida das três irmãs, mas podemos ver o quanto a autora da mais ênfase na vida de Vivi Ann e Winona. A disputa consiste entre as duas. Aurora é apenas mais uma personagem que compõe todo o enredo.

Gostei muito do livro, ta certo que em alguns momentos a narrativa ficou um pouco cansativa, mas os personagens são marcantes de personalidades fortes, todos com um gênero muito difícil de lidar, mas cada um trás consigo marcas da vida, marcas de sofrimento, marcas de magoa. Depois desse livro pretendo ler todos os livros da autora.

"Podia ver algumas folhas secas, ainda teimosamente presas nos galhos, mas logo elas também cairiam, desistiriam. Uma por uma, desabariam no chão, onde lentamente escureceriam e morreriam."
"Ela se sentia, naquele momento, como uma daquelas folhas solitárias, dando-se conta de de repente, de uma maneira terrível, de que não havia nenhum grupo à sua volta. Ela se perdera a algo que, no fim das contas, não era sólido."

Recomendo a leitura para todos que gostam de um bom drama cheio de reviravolta. Tenho certeza que vocês vão gostar pois Kristin nos surpreende a cada pagina escrita.

Achei a capa linda, combinou muito com a história e mais uma vez a Editora Arqueiro arrasou nos detalhes de cada página. Amei!!!


22/01/2017

Desejo de Domingo!!

Olá meus amores tudo bem?
Depois de muuuito tempo estou de volta com a coluna "Desejo de Domingo". Vamos conferir qual será o desejo de hoje?



Sinceramente?! O que mais me encanta é a criatividade desse povo. Preciso de um móvel desse URGENTE!! seria ideal para mim. Poderia colocar em qualquer lugar, sentar tranquila escolhendo os meus livros em baixo. Amei!! O que vocês acharam? Comentem ai pessoal.

Beijos :)

21/01/2017

Ninfeias Negras!!

Olá pessoal tudo bem? Como estão passando o fim de semana? Hoje trago para vocês mais um lançamento da Editora Arqueiro que vai bombar. Vamos conferir?



Beijokas!!

20/01/2017

Resenha – A Irmandade de Copra – A Irmandade

Olá leitores!
Tudo bem com vocês?
Hoje trago um livro maravilhoso e que vale a pena ter na sua estante. Vamos lá?

Livro: A Irmandade da Copra - A Irmandade 
Autora: Caroline Defanti
Editora: Arwen
Páginas: 432
Ano: 2015
Skoob: 4/5
Sinopse: Em um futuro longínquo, a quase extinção do ser humano fez com que os poucos que restaram lutassem pela sobrevivência em colônias extraterrestres. Entretanto, alienígenas se apossam da Terra e a curam, mas os homens desejam ter seu planeta e vidas de volta. Mas os seres não parecem dispostos a abrir mão de seu novo lar. Por isso, os homens criam novos soldados, uma raça nova capaz de combater essas criaturas e recuperar o planeta. Assim nasce a Irmandade de Copra!

Resenha: Irmandade de Copra possui um ambiente futurístico, a terra foi completamente exterminada e os poucos humanos que restaram teve o privilégio de se mudar para uma colônia na Lua e uma em Marte. Sem ter um humano habitando na terra, uma espécie de alienígenas se instala aqui, essa raça é denominada pelos humanos de Copranos.

“A realidade virtual era considerada a melhor criação do homem, desde 2060. E tal título era merecido, pois dessa forma era possível viajar para lugares, desconhecidos e até mesmo inexistentes. A verdade era que grande parte das evoluções do homem havia feito bem para seus criadores. No entanto, foi essa sede de criação e novidades que condenou o planeta e a espécie humana.”

Esses ET’s conseguiram restaurar o planeta terra e construíram cidades. Vendo que o lugar está novinho em folha e totalmente habitável, os humanos decidem brigar pelo que é seu. Mas isso não será uma tarefa nada fácil, já que eles não quiseram saber do seu lugar de origem quando ficou tudo destruído.

A nova sociedade humana está segmentada em quatro classes:
· Os Superiores: que são um grupo de anciãos que tem o papel de tomar decisões e conduzir as comunidades;
· Os Irmãos: Elite de super-humanos que passam por uma cirurgia, em que o DNA alienígena é implantado em seus corpos, acarretando mudanças físicas e o ganho de novas habilidades. Sua missão é proteger e ajudar, de todas as formas possíveis, a raça humana;
· Os Cientistas: são os encarregados de fazer a combinação de DNA, clonagem, produção de medicamentos, ração para população e todo tipo de pesquisa e desenvolvimento tecnológico;
· E a População: que faz os trabalhos braçais;

O grupo mais presente no decorrer da história são os Irmãos, eles moram em uma mansão bem preparada, onde possam treinar e desenvolver suas habilidades especiais. Para entrar na Irmandade é necessário se submeter a um treinamento pesado, passar pela combinação de DNAs e um teste onde é fácil dar de cara com a morte. Os irmãos estão sempre indo a terra, suas visitas têm como objetivo buscar água, alimentos, plantações, realizar explorações e fazer descobertas sobre os Copranos.

Os Sherriell (ou Copranos, como os humanos os chamam) são seres altos e fortes, com a pele escura e sem nariz, eles são tranquilos e super conectados com a natureza, consideram a flora e fauna do planeta em que estão vivendo. O nome Copranos é por causa de uma divindade que eles seguem chamada Copra, é uma deusa que tudo sabe, tudo vê e que os guia. 
Dois irmãos convivem com os Sherriells e acabam descobrindo suas verdadeiras intenções no planeta.

"Aquele Coprano era muito estranho. Sua gentileza chegava a ser suspeita. Ele havia trazido roupas, comida e água - essa última com mais frequência. Mas Musa rechaçava tudo. De jeito nenhum comeria o que ele oferecia. Não somente por temer que a envenenassem ou algo parecido, pois a morte não a assustava. Temia que eles estivessem tentando fazer com que ela falasse sobre seu povo, suas fraquezas e planos contra os Copranos. Temia que a fizessem revelar algo seus Irmãos."

O livro é realmente incrível, envolvente, repleta de detalhes, fazendo nossa imaginação fazer altas viagens dentro da história que está sendo apresentada. Cada personagem tem sua história, que vai sendo contada aos poucos, sendo assim é necessária uma certa atenção, claro que isso não é nenhum sacrifício, já que o livro é fantástico e cativante. O desafio é conseguir largar o livro depois que a leitura é iniciada.

Como disse, o é livro bem detalhista, nas suas últimas somos presenteados com um glossário que possui um registro dos nomes e habilidades de cada Irmão da Irmandade. Também tem um dicionário da língua dos Sherriell.

“ARCANJO
Nome: Gabriel Niquolo
Idade: 28 anos (2199)
Ingresso na Irmandade: 2189 (18 anos)
Dádiva: Asas, grande força e visão superior
Apelidos: Alado, Homem-pássaro, Gralha (usado por seu irmão mais novo)
MER: Silvana.”

Fiquei extremamente apaixonada por essa capa, cada detalhe possui sua perfeição, suas cores fortes dão um ar de mistério e atiça nossa curiosidade. Realmente é uma obra que merece ser admirada por horas.

Resumindo, este livro é fantástico e surpreendente, vale a pena reservar um espaço na sua estante para essa incrível história.

Se você gosta de livros futurísticos e bem irreais, Irmandade de Copra é uma ótima escolha. Recomendo a todos que querem viajar em algo bastante surpreendente e eletrizante. 

“Musa não sabia em quem confiar, nem o que fazer. Na história de seu povo – no que foi ensinada a acreditar – ou no que seus olhos viam naquele instante?”



14/01/2017

Naturalmente mais Jovem!!


Olá pessoal...quem aqui quer ficar mais jovem?? rsrs...Confiram o lançamento da nossa Editora parceira Sextante.



Beijos pessoal :)

11/01/2017

Resenha - Antes de partir desta para uma melhor

Olá pessoal tudo bem? Hoje trago mais uma resenha para vocês, agora estou com um pouco mais de tempo e prometo trazer pelo menos uma resenha minha toda semana. Confiram!!


Livro: Antes de partir desta para uma melhor
Autor: Jonathan Tropper
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Ano: 2015
Skoob: 3/5

Sinopse: Não é preciso ser nenhum gênio para perceber que a vida de Drew Silver é uma sequência de decisões equivocadas. Faz quase uma década que sua banda de rock emplacou uma música, filha única de mãe solteira. Desde então, a banda se separou, sua mulher o largou e Silver tem assistido a vida passar, tocando em casamentos – quando aparece algum – e descontando os cheques cada vez menos frequentes que recebe pelos direitos autorais de seu único sucesso. Silver então descobre que a ex-mulher está prestes a se casar de novo e que a filha adolescente, Casey, está grávida. Para completar, depois de sofrer um derrame que o deixa incapaz de controlar a língua e guardar para si o que pensa, ele precisa de uma cirurgia no coração. Diante desse cenário, o músico fracassado depara com a pergunta decisiva: será que vale a pena salvar uma vida tão mal vivida? Assim, sob o olhar exasperado da família, ele toma a decisão radical de se recusar a fazer a cirurgia e dedicar o pouco tempo que lhe resta a tentar consertar o relacionamento com Casey e aproveitar a vida – mesmo que ela não dure muito. Com diálogos rápidos, irônicos e sagazes, Jonathan Tropper confirma sua habilidade em retratar com humor e perspicácia o lado oculto da família moderna.


Resenha: “Antes de partir desta para melhor” nos apresenta a história de Silver. Um homem de meia-idade, que curti música e inclusive é baterista de uma banda. A vida de Silver nos últimos sete anos não tem andado muito fácil, a esposa o largou, sua banda deixou de fazer sucesso e por vários motivos ele acabou se distanciando da filha que tanto ama. Para piorar toda a história ele descobre que ela está grávida com apenas 18 anos de idade. 

A vida de Silver anda de mal a pior, sua ex esposa vai se casar novamente. Ele sofre um derrame, tem que fazer uma cirurgia e está prestes a morrer. Em meio a toda esta situação Silver acaba entrando em uma depressão, vive reclamando da vida, se lamentando das coisas que fez ou deixou de fazer e decide que não vai fazer a cirurgia e sim viver o restante dos seus dias de vida na melhor forma possível.

O livro nos conta uma história cheia de humor, aceitação, arrependimento e sentimentos. O autor nos mostra que nunca é tarde para recomeçar, nunca é tarde para amar novamente, nunca é tarde para dizer para alguém que você o ama. Pois a vida é curta e precisa ser vivida da melhor forma possível.

Sei que colocar todos esses sentimentos em prática é muito difícil. Sei que viver a vida sem pensar no amanhã é muito difícil. Mas esse livro nos mostra que é possível. Podemos morrer a qualquer momento sem ter aproveitado absolutamente nada da nossa vida. Isto é triste!

Dei algumas risadas com Silver, pois mesmo ele estando na merda (desculpe a expressão) rs. Ele em momento algum deixou de ter um bom censo de humor. Fiquei triste também com algumas situações que acontece com ele. Mas nada que me faça chorar.

Considero o gênero um chick lit, porém narrado por um homem. É uma leitura bem leve e descontraída, um livro muito fácil de ler com uma narrativa muito simples e fluída. Confesso que nunca tinha lido nada do autor, mas gostei bastante da sua escrita. Vou sentir saudades de Silver. Afinal! Eu gostava muito dele. Digo: não só dele mas de todos os personagens. Certo que às vezes eu morria de raiva da sua filha que era muito mimada e sem noção. Mas mesmo assim eu também gostava dela.

Gostei bastante do final que o autor deu para o livro. Achei um final digno para a história. Indico o livro para todos que gostam de leituras leves e cheias de humor. Diagramação ótima e uma capa perfeita que combinou com a história. Parabéns Editora Arqueiro pelo trabalho!

"Silver já está sozinho há muito tempo, mais de sete anos. Em um dado momento, a solidão se torna mais um hábito do que um problema."

"Há momentos em que você pode literalmente sentir o planeta girando sob seus pés, tanto que você precisa instintivamente se agarrar a algo."


05/01/2017

Lançamentos Janeiro Editora Arqueiro e Sextante # 38

Olá pessoal, tudo bem? Como passaram a virada do ano? Hoje trago lançamentos maravilhosos para vocês, pois nada melhor do que começar o ano comprando. Confiram!!





Sinopse: Giverny é uma cidadezinha mundialmente conhecida, que atrai multidões de turistas todos os anos. Afinal, Claude Monet, um dos maiores nomes do Impressionismo, a imortalizou em seus quadros, com seus jardins, a ponte japonesa e as ninfeias no laguinho. É nesse cenário que um respeitado médico é encontrado morto, e os investigadores encarregados do crime se veem enredados numa trama em que nada é o que parece à primeira vista. Como numa tela impressionista, as pinceladas da narrativa se confundem para, enfim, darem forma a uma história envolvente de morte e mistério em que cada personagem é um enigma à parte - principalmente as protagonistas. Três mulheres intensas, ligadas pelo mistério. Uma menina prodígio de 11 anos que sonha ser uma grande pintora. A professora da única escola local, que deseja uma paixão verdadeira e vida nova, mas está presa num casamento sem amor. E, no centro de tudo, uma senhora idosa que observa o mundo do alto de sua janela.



Sinopse: Os tolos alardeiam o que vão fazer. Os heróis fazem. Thorn Bathu não é uma garota comum. Mesmo tendo sido criada numa sociedade machista, ela vive para lutar e treina arduamente há anos. Porém, após uma fatalidade, ela é declarada assassina pelo mesmo mestre de armas que deveria prepará-la para as batalhas. Para fugir à sentença de morte, Thorn se vê obrigada a participar de um esquema do ardiloso pai Yarvi, ministro de Gettland. Ao lado dela se encontra Brand, um guerreiro que odeia matar, mas encara a jornada como uma chance de sustentar a irmã e conquistar o respeito de seu povo. A missão dos dois é cruzar meio mundo a bordo de um navio e buscar aliados contra o Rei Supremo, que pretende subjugar todo o Mar Despedaçado. É uma viagem desafiadora, em que Brand precisa provar seu valor e Thorn fará o necessário para honrar a memória do pai e se tornar uma verdadeira guerreira. Guiando os personagens por caminhos tortuosos em busca de amadurecimento e redenção, Joe Abercrombie mais uma vez nos maravilha com uma história grandiosa, que se sustenta sozinha por seu vigor, mas também dá continuidade à saga de Gettland e Yarvi. Finalista do prêmio Locus, Meio Mundo deixará o leitor na expectativa do desfecho desta série épica.



Sinopse: Há apenas alguns meses, um encontro inesperado numa casa em Rosemary Beach se transformou num romance de conto de fadas. Agora Reese está prestes a ir morar com Mase na fazenda dele, no Texas. Com o apoio e o amor da família do namorado e a recente descoberta de que ela mesma tem uma família com a qual contar, Reese pode enfim superar os horrores do passado e se concentrar no futuro promissor que a aguarda. No entanto, no que depender de Aida, isso não vai acontecer. A beldade loura e Mase foram criados como primos, mas logo fica claro para Reese que o amor da jovem por ele está muito longe do que se deveria ter por um parente. Ao mesmo tempo que Reese tenta entender a relação dos dois e não se sentir ameaçada, entra em cena Capitão, um estranho que parece estar, convenientemente, em todos os lugares que ela frequenta. Bonito, sensual, misterioso e dono de uma franqueza desconcertante, ele não tem medo de dizer o que pensa de Mase - nem como se sente a respeito de Reese. Enquanto a competição pelo coração de Mase e de Reese esquenta cada vez mais, algumas perguntas em relação ao passado dela começam a ser enfim respondidas, revelando verdades chocantes que vão mudar para sempre a vida do casal. Em Ao Seu Encontro, Abbi Glines conclui a história que começou em À Sua Espera. Com a escrita romântica e voluptuosa que a consagrou, ela constrói mais uma narrativa envolvente, com personagens que vão mexer com as nossas emoções até o final.


Sinopse: Daisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braçaisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braço direito na empresa. Daisy está horrorizada com a possibilidade de viver para sempre com alguém tão sério e controlador, tão parecido com seu pai. Mas não admitirá a derrota. Com a ajuda de suas amigas, está decidida a se casar com qualquer um, menos o Sr. Swift. Ela só não contava com o charme inesperado de Matthew nem com a ardente atração que nasce entre os dois. Será que o homem ganancioso de quem se lembrava era apenas fachada e ele na verdade é tão romântico quanto os heróis dos livros que ela lê? Ou, como sua irmã Lillian suspeita, o Sr. Swift é apenas um interesseiro com algum segredo escandaloso muito bem guardado? Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos Na Primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.


Sinopse: Durante 18 anos, Jude pôs as necessidades dos filhos em primeiro lugar, e o resultado disso é que seus gêmeos, Mia e Zach, são adolescentes felizes. Quando Lexi começa a estudar no mesmo colégio que eles, ninguém em Pine Island é mais receptivo que Jude. Lexi, uma menina com um passado de sofrimento, criada em lares adotivos temporários, rapidamente se torna a melhor amiga de Mia. E, quando Zach se apaixona por ela, os três se tornam companheiros inseparáveis. Jude sempre fez o possível para que os filhos não se metessem em encrenca, mas o último ano do ensino médio, com suas festas e descobertas, é uma verdadeira provação. Toda vez que Mia e Zach saem de casa, ela não consegue deixar de se preocupar. Em uma noite de verão, seus piores pesadelos se concretizam. Uma decisão muda seus destinos, e cada um deles terá que enfrentar as consequências – e encontrar um jeito de esquecer ou coragem para perdoar. O Caminho Para Casa aborda questões profundas sobre maternidade, identidade, amor e perdão. Comovente, transmite com perfeição e delicadeza tanto a dor da perda quanto o poder da esperança. Uma história inesquecível sobre a capacidade de cura do coração, a importância da família e a coragem necessária para perdoar as pessoas que amamos.


Sinopse: Traduzidos para 50 idiomas, os livros de Nicholas Sparks já venderam mais de 100 milhões de exemplares no mundo. “O sucesso de O diário de uma paixão não foi mera sorte. Mais uma vez Nicholas Sparks oferece uma história de amor comovente, maravilhosamente escrita e extremamente romântica. Sua forma de narrar os obstáculos que as pessoas enfrentam nos relacionamentos é sensível e cheia de esperança.” – Booklist Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Lá, Theresa encontra na praia uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.”Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.


Sinopse: “Uma leitura fenomenal.” – Arizona Tribune. “Triunfante... Os detalhes históricos e o verdadeiro amor adulto do enredo confirmam o lugar de Diana Gabaldon entre os grandes autores do gênero.” – Publishers Weekly. A extraordinária saga continua. Claire Randall finalmente conseguiu voltar no tempo e reencontrar Jamie Fraser na Escócia do século XVIII, mas sua história está longe do final feliz. O casal terá que superar muitos obstáculos, de fantasmas a perseguições marítimas, mas o principal deles são os vinte anos que se passaram em suas respectivas épocas desde a última vez que se viram. Se a intensa paixão e o desejo entre eles parecem não ter diminuído nem um pouco, o mesmo não se pode dizer sobre a confiança. Jamie agora é um homem endurecido pelo que aconteceu após a Batalha de Culloden. Claire, por sua vez, precisa lidar com o segundo casamento de seu amado e suportar a saudade de Brianna, que ficou sozinha no ano de 1968. A união dos dois será posta à prova quando o sobrinho de Jamie for sequestrado. Juntos, eles precisarão singrar pelos mares e cruzar as Índias Ocidentais para resgatá-lo, provando mais uma vez que nada é capaz de deter uma história de amor que vence as fronteiras do tempo e do espaço.


Sinopse: Honoria Smythe-Smith é parte do famoso quarteto musical Smythe-Smith, embora não se engane e saiba que o dito quarteto carece sequer do menor sentido musical e tem esperanças postas que esta seja a última vez que se submeta a semelhante humilhação. Esta será sua temporada e com um pouco de sorte conseguirá um marido. Durante um jantar, põe seus olhos em Gregory Bridgerton, um dos mais jovens da família Bridgerton. Sabe que não está apaixonada, mas ele parece uma opção mais que válida. Marcus Holroyd é o melhor amigo do irmão de Honoria, Daniel, que vive exilado na Italia. Ele prometeu olhar por ela e leva suas responsabilidades muito seriamente. Odeia Londres e durante toda a temporada, permaneceu vigilante e intermediou quando acreditava que o pretendente não era o adequado. Honoria e Marcus compartilham uma amizade, pouco atípica, fruto dos anos que se conhecem e que o torna parte da família. Entretanto, um desafortunado acidente faz que ambos repensem sua relação e encontrem a maneira de confrontar o que surge entre eles, se tiverem coragem suficiente.


Sinopse: Daniel Smythe-Smith passou três anos exilado na Itália depois de um duelo com seu amigo, o gênio matemático Hugh Prentice, e quase o fez perder uma perna. Com isso o pai de Hugh, Lorde Ramsgate, o ameaçou dizendo que se ele não saísse do país seria morto, mas um dia ele recebe a visita de seu amigo, que o libera para voltar à Inglaterra...Ele volta justamente no dia da apresentação do Quarteto, mas encontra uma pessoa diferente ao piano (já que sua prima Sarah fingiu estar doente para não participar, Anne Wynter, a governanta das irmãs dela a substituiu), ao olhar para ela, ele fica encantado e, ao final da tortura apresentação ele corre para encontrá-la. Ao vê-la, não resiste e a beija, mesmo sem conhecê-la direito e ela, depois de um tempo escapa dele e se esconde. Por falar em se esconder, Anne Wynter (ou melhor, Annelise Shawcross) esconde seu passado de todos, pois ela teve que se afastar de sua família, após ser enganada e humilhada por seu amado, que prometeu se casar com ela, sendo que na verdade já estava comprometido com uma mulher mais rica. Além de ter perdido a virgindade, o que já era terrível, ainda leva toda a culpa pelo que aconteceu, e por isso, ela não pode mais ter contato com a família e ela é levada para viver como governanta numa residência na Ilha de Man. Depois de um tempo, Anne foi contratada para cuidar das meninas Pleinsworth, primas de Daniel. E apesar da tentativa de manter seu passado oculto, a Lady Pleinsworth desconfiava que ela era de origem nobre e tinha motivos para negar sua criação. Daniel, ao saber que Anne é a governanta de suas primas, resolve ir sempre à casa Pleinsworth sob o pretexto de vê-las, e sempre ia passear com elas, porque sabia que ela iria junto. E, com isso eles vão ficando cada vez mais apaixonados, mesmo que ela não adimita. Mas, o que ele não sabe, é que os segredos de Anne, vão além do tipo de criação que teve, e que agora, mais do que nunca, precisará conhecer o seu passado, pois ambos estão correndo perigo, e, desta vez, não tem nada a ver com o Lorde Ramsgate ou o duelo.


Sinopse: Lorde Hugh Prentice é um gênio da matemática e teve sua perna (e sua vida) arruinada por causa de um duelo com seu amigo, Daniel Smythe-Smith. Nesse livro, conheceremos um pouco da história de Hugh, antes e depois do acontecido. Sua família, o desespero de seu pai para conseguir que um de seus filhos lhe desse um herdeiro, visto que um não é chegado à mulheres e o outro, provavelmente terá dificuldades em encontrar uma esposa, e principalmente em ter filhos. E, claro, sua relação de amor e ódio com Sarah Pleinsworth, prima mais velha de Daniel, que mesmo antes de conhecê-lo, já odiava Hugh por ter arruinado sua família através desse duelo. Mas, as coisas começam a mudar quando Honoria, sua prima, pede para Hugh substituir seu padrinho no casamento e para Sarah ser sua acompanhante durante sua estadia, para que ele ficasse mais confortável diante dos familiares de Daniel. E esse tempo se prolonga, já que Daniel se casará duas semanas depois da irmã e resolve torná-los uma única festa...É claro que eles não se dão no início, mas com o tempo, ainda mais depois do primeiro casamento, quando ela fica impossibilitada de andar, eles deixam as diferenças de lado e começam a se conhecer realmente, e, o que era ódio, acaba se tornando uma paixão avassaladora. Mas as limitações de Hugh vão ser apenas um dos problemas que o casal enfrentará pelo caminho...



Sinopse: Sir Richard Kenworthy.Tem menos de um mês para encontrar uma esposa. Ele sabe que não pode ser muito exigente, mas quando vê Iris Smythe-Smith se escondendo atrás de seu violoncelo no musical anual das Smythe-Smith, Richard acha que conheceu alguém muito valiosa. Ela é o tipo de mulher que passa despercebida até a realização de um segundo ou terceiro olhar de outra forma. Mas há algo nela abaixo da superfície, algo quente e ele sabe que ela é única. Iris Smythe-Smith...Ela está acostumada a ser subestimada, com seu cabelo claro e tranquila, mas há uma personalidade astuta que ela tende a esconder, e ela gosta dessa forma. Então, quando Richard Kenworthy se aproxima com galanteios e flertes, parece suspeito. Dando a impressão de um homem que se rende ao amor, mas ela. não pode acreditar que tudo é verdade. Quando sua proposta de casamento se torna uma situação comprometedora obrigatória, você não pode deixar de pensar que há algo escondido por trás disso. . . mesmo que o seu coração diz sim.




Sinopse: Uma arqueira mercenária, um mago advogado, um esqueleto cegueta, um gigante dono de loja e muitos, mas muitos goblins…Chegou a hora de conhecer a biografia de Skulk, o bárbaro covarde. A vida não está nada fácil para Skulk. Ainda no nível 1, ele sente que é uma piada para todos, principalmente para Conan, o bárbaro mais popular do lugar (mas não é aquele em que você está pensando, tá? O Conan dessa aldeia é um cabeção...). Querendo avançar mais níveis, ele tem uma ideia brilhante: passar a noite na mina para extrair elixir e acumular experiência. Mas, atrapalhado como é, acaba danificando a linha de Ley, responsável pela defesa da aldeia. Com um ataque de goblins a caminho, Skulk terá que vencer seus medos para salvar os amigos (e a si mesmo). Só um detalhe pode atrapalhá-lo nessa missão: ele não tem ideia de como vai fazer isso...


Sinopse: Parabéns pra você, nesta data querida... O Apocalipse Zumbi vai acabar com a sua vida! Faltam apenas algumas semanas para o Dia das Bruxas. Além de ser o evento preferido do zumbi, ele ainda vai completar 13 anos! Só que um “pequeno” problema pode interferir nos planos da festa de aniversário perfeita: o Apocalipse Zumbi está prestes a acontecer! Zumbi, Esquely, Slimey, Creepy e o humano Steve terão que lidar com algo realmente apavorante, que pode colocar em risco a existência de todos os mobs de Minecraft! Prepare-se para uma batalha épica, com direito a muitos gritos, perseguições, monstros com cabeças de abóbora e... BOLO! (Afinal de contas, é uma festa, né? Não pode faltar bolo.) NESTE VOLUME: O APOCALIPSE ZUMBI CHEGA À VILA MOB!



Sinopse: Este livro não vai lhe ensinar a parecer jovem com meios superficiais. Aqui, parecer e se sentir mais jovem são consequências do efeito antienvelhecimento biológico real e das funções celular e hormonal de fato mais jovens. E o melhor é que você usará substâncias naturais seguras e eficazes para alcançar esses resultados.” – Roxy Dillon “Naturalmente mais jovem proporciona uma abordagem rápida, informativa e instigante no combate ao envelhecimento.” – Booklist. As rugas, a flacidez e o cansaço não precisam ser uma parte inevitável do envelhecimento. Esses e outros sintomas desagradáveis indicam o declínio das funções celular e hormonal que acontece após os 30 anos. A boa notícia é que eles podem ser interrompidos e até mesmo revertidos. A partir de estudos, casos bem-sucedidos de clientes e experiências pessoais, a pesquisadora e terapeuta nutricional Roxy Dillon elaborou o programa Biojovem, que utiliza ingredientes naturais e acessíveis para ajudar as pessoas a envelhecer com beleza, saúde e qualidade de vida. Ela revela quais alimentos, ervas, suplementos e óleos essenciais devem fazer parte da sua rotina e explica como seus componentes químicos contribuem para normalizar a pressão arterial, revigorar a pele e prevenir o surgimento de células cancerosas.


Sinopse: “Pela primeira vez , as revelações de uma experiência de quase morte foram usadas com propriedade para nos ensinar a viver de forma saudável aqui na Terra.” – Dra. Christiane Northrup. Depois de sofrer um grave acidente, o bombeiro hidráulico Tommy Rosa passou por uma experiência de quase morte. Atravessou um túnel de luz e chegou a um lugar abençoado, onde descobriu que Deus criou a Terra para curar a humanidade e que todos nós estamos conectados por laços indestrutíveis. Conduzido por um ser divino, Tommy recebeu uma série de lições profundas sobre a natureza humana – que se tornaram as 8 leis espirituais da saúde. Quando retornou à vida, era um homem transformado, com um extraordinário senso de compaixão. Na mesma época, o cardiologista e psicoterapeuta Stephen Sinatra revolucionava sua área de atuação com uma abordagem holística, que não se limitava a prescrever medicamentos: ele compreendia a importância de se conectar com seus pacientes e olhá-los além de suas doenças. Quando um encontro inusitado uniu os dois, eles perceberam que as revelações que Tommy recebeu no Céu confirmavam as práticas que Dr. Sinatra vinha aplicando em seu consultório. Neste livro, eles reúnem seus conhecimentos e ensinam como melhorar sua saúde física e emocional. As 8 leis que eles compartilham vão ampliar sua compreensão sobre a importância da fé, da comunhão com a natureza, do resgate do amor-próprio, da positividade, dos relacionamentos e da boa alimentação. Além disso, mostram o que podemos alcançar quando usamos as lições do Céu para curar nossa vida na Terra.


Sinopse: “Resolvemos dividir nossas experiências como mães porque acreditamos que a vida – e principalmente o que ela tem de bom – fica melhor quando é compartilhada.” – Bom & Bon. Repleto de ilustrações divertidas, dicas práticas e conselhos realmente úteis, este livro reúne algumas verdades essenciais para as mães de primeira viagem, que estão ao mesmo tempo cheias de dúvidas e expectativas com o nascimento do bebê. O nascimento de um filho marca o antes e o depois da vida de qualquer mulher: muda seus horários, sua relação com o parceiro, seu estilo de se vestir, sua maneira de cozinhar... é uma montanha-russa de emoções e transformações sem igual. Você nunca se sentirá tão exuberante quanto durante a gravidez – mas também jamais se sentirá tão insegura. Para aliviar a tensão das mulheres que andam apreensivas com tantas mudanças, as autoras decidiram compartilhar dicas, conselhos e alguns segredinhos sobre a maternidade. Pequenas ideias para futuras mamães é um livro divertido e interativo para você acompanhar o desenvolvimento da gravidez, tomar notas importantes, lembrar-se de descansar enquanto é tempo e preparar-se para a aventura mais incrível da sua vida!


Sinopse: “O que eu sei de verdade é: sua jornada começa com a decisão de se levantar, sair e viver plenamente.” – Oprah Winfrey. Entre os talentos de Oprah Winfrey está sua capacidade de compreender a natureza humana como poucos e, ao mesmo tempo, colocar essa sabedoria em palavras. Desde que foi questionada sobre as coisas de que tinha certeza na vida, ela passou a registrar suas reflexões sobre relacionamentos amorosos, família, autoestima, medos, fracassos e superação. Em textos curtos, Oprah oferece mensagens profundas que vão ajudar você a fazer as pazes com seu corpo, a construir relacionamentos mais harmoniosos, a mudar sua maneira de encarar os problemas e a extrair da vida o máximo que ela tem a oferecer.



Sinopse: “Precisamos ter a consciência de que somos filhos amados do Altíssimo. Ele anseia pelo nosso contato e quer que tenhamos mais e mais intimidade com o mundo espiritual. Devemos aprimorar nossa conexão com Deus; só com a prática podemos alcançar um nível de excelência. Dá trabalho, mas também muita satisfação.” – Pedro Siqueira. Desde criança, Pedro Siqueira tinha visões místicas. Com o tempo, seu dom se transformou em missão: ser um instrumento de ligação entre as pessoas e o mundo espiritual e ajudá-las a desenvolver sua fé através de mensagens de santos, anjos e de Nossa Senhora. Ele começou a dividir os ensinamentos que recebia com pequenos grupos de oração. Aos poucos, esse círculo foi crescendo e, hoje, Pedro dirige a oração do terço para milhares de fiéis. Com este livro, ele amplia ainda mais o alcance de sua mensagem e leva ao leitor as orientações mais importantes para quem deseja estreitar sua relação com Deus por meio da oração. Muitas pessoas que creem em Deus não têm o hábito de rezar, mas Pedro mostra que a prece precisa fazer parte do nosso dia a dia. Seus poderes são surpreendentes: ela acalma corações e transforma a realidade. Neste livro, ele ensina como devemos rezar para estabelecer um canal de comunicação direto e verdadeiro com Deus. E nos aponta o caminho para uma vida espiritual plena e feliz, dedicada ao Senhor e a serviço do próximo. A partir de fascinantes histórias reais, Pedro nos faz ver que as coisas vindas do Altíssimo são impressionantes e imprevisíveis. E que, quando rezamos com fé e acreditamos na Providência divina, milagres podem acontecer em nossas vidas.


Sinopse:  Elisabeth Kübler-Ross foi uma médica à frente de seu tempo, responsável por mudar a forma como o mundo enxergava a morte. Através de seus vários livros e muitos anos de trabalho dedicados a crianças, pacientes com aids e idosos com doenças terminais, ela trouxe consolo e compreensão para milhões de pessoas que tentavam lidar com a própria morte ou com a de entes queridos.


Gostaram? Eu sou suspeita para falar pois amei todos.

Beijos :)

03/01/2017

Resenha - Escândalo de Cetim

Hey leitores!
Tudo bem com vocês?
Hoje eu trouxe a resenha do segundo volume da série As Modistas, da incomparável Loretta Chase!

Livro: Escândalo de Cetim
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Ano: 2016
Skoob: 4/4
Adquira o livro: aqui
Sinopse: Irmã do meio entre as três proprietárias de um refinado ateliê de Londres, Sophia Noirot tem um talento inato para desenhar chapéus luxuosos e um dom notável para planos infalíveis. A loura de olhos azuis e jeito inocente é na verdade uma raposa, capaz de vender areia a beduínos. Assim, quando a ingênua lady Clara Fairfax, a cliente mais importante da Maison Noirot, é seduzida por um lorde mal-intencionado diante de toda a alta sociedade londrina, Sophia é a pessoa mais indicada para reverter a situação. Nessa tarefa, ela terá o auxílio do irmão cabeça-dura de lady Clara, o conde de Longmore. Alto, musculoso e sem um pingo de sutileza, Longmore não poderia ser mais diferente de Sophia. Se a jovem modista ilude as damas para conseguir vesti-las, ele as seduz com o intuito de despi-las. Unidos para salvar lady Clara da desonra, esses charmosos trapaceiros podem dar início a uma escandalosa história de amor... se sobreviverem um ao outro. Em Escândalo de Cetim, segundo livro da série As Modistas, Loretta Chase nos presenteia com um dos casais mais deliciosos já descritos. Além de terem uma inegável química, Sophia e Longmore são divertidos como o rodopiar de uma valsa e sensuais como um corpete bem desenhado.

Resenha: Após concluir o primeiro volume, Sedução da Seda (confira a resenha deste aqui), eu sabia que aquela história estava longe de acabar e que as Noirot ainda precisariam enfrentar mais alguns desafios, entre eles lidar com as consequências do casamento de Marcelline com um aristocrata.


Em Escândalo de Cetim somos levados a conhecer melhor a irmã do meio, Sophie. As irmãs Noirots são modistas igualmente talentosas que vieram para Londres há cerca de três anos e juntas abriram o ateliê Maison Noirot. Cada uma possui um talento específico, o de Sophie é de ser capaz de arquitetar planos infalíveis e convencer qualquer um a comprar qualquer coisa. E quando lady Clara, a cliente mais importante da Maison Noirot, é seduzida por um lorde falido e mal-intencionado, Sophie é a mais indicada para salvar tanto ela quanto a loja da iminente ruína.

Para piorar, a mãe da lady Clara odeia, digo odeia mesmo, as Noirots, então não poupa esforços em difamar a loja e as donas para quem quiser ouvir, e sem contar que a loja concorrente, a "Trapos", está reabrindo as portas.

E para saber exatamente o que a Hortence Hororosa da "Trapos" está planejando, Sophie arquiteta uma expedição atrás das linhas inimigas, mas para isso irá contar com a ajuda do irmão de Lady Clara, o lorde Longmore e um bom disfarce. Uma observação sobre Sophie: ela é uma atriz e espiã brilhante e pode se passar por qualquer pessoa que quiser.

Mas quando você acha que não tem como a situação piorar... Já sabem, né? Ela piora, e drasticamente. Após ter a reputação jogada na lama, lady Clara decide fugir. Então Harry, o conde de Longmore, aceita unir forças com Sophie para encontrar e trazer Clara de volta a Londres. Inicia-se então uma busca frenética ao mesmo tempo em que ambos se vem envolvidos em uma atração impossível de ignorar.

“―Um dia, o amor vai surgir em sua vida e vai dar um coice no seu traseiro. E eu vou ficar olhando, rindo até não poder mais.”

Já conhecíamos ambos os personagens do livro anterior. Harry é do tipo que prefere resolver tudo com os próprios punhos enquanto Sophie com o intelecto, os dois não poderiam ser mais opostos, mas foi justamente isso que tornou a trama deliciosamente divertida.

Não é um relacionamento explosivo e intenso, aqui os sentimentos que um nutre pelo outro é cultivado aos poucos em um ritmo sereno e sutil. Amei nossa heroína, Sophie é uma mulher forte e inteligente que prova constantemente que uma mulher não é tão indefesa como a maioria das pessoas da época pensavam.

“―Ela é mulher ―alegou Longmore. ―Para que ela precisa de um cérebro?
―Para lidar com homens que não têm um ―rebateu Sophia.”

Sou apaixonada pela escrita da Loretta Chase e por seus livros, mas acredito que essa série seja um tanto mediana ao ser comparada com Canalhas. Gente, sério, e essas capas? São maravilhosas. Elas nos dão um certo vislumbre de como devem ser os vestidos descritos na história. Estou muito curiosa pela continuação dessa trama que será Volúpia de Veludo, que nos trará a terceira irmã, Leonie; e Romance entre Rendas, tendo a irmã do conde, lady Clara como protagonista principal.


Escândalo de Cetim é um romance recheado de diálogos divertido, trapaça e personagens cativantes, então recomendo muito a continuação da série As Modistas.

“―Isso é jogo sujo –disse ela, a voz densa.
―Pois é assim que eu jogo -replicou ele, ecoando o que ela dissera no outro dia.”

02/01/2017

Resenha - E Viveram Felizes Para Sempre

Hey leitores!
Tudo bem com vocês?
Hoje eu trouxe a resenha do último livro da série Os Bridgertons (o último mesmo!) que considero desde já um verdadeiro presente da autora para matar a saudade dos leitores apaixonados por essa família extraordinária!

Livro: E Viveram Felizes Para Sempre
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Ano: 2016
Skoob: 5/5
Adquira o livro: aqui
Sinopse: Alguns finais são apenas o começo...Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos...Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza. Ao longo de oito romances que foram sucesso de vendas, os leitores riram, choraram e se apaixonaram. Só que eles queriam mais. Então começaram a questionar a autora: O que aconteceu depois? Simon leu as cartas deixadas pelo pai? Francesca e Michael tiveram filhos? O que foi feito dos terríveis enteados de Eloise? Hyacinth finalmente encontrou os diamantes? A última página de um livro realmente tem que ser o fim da história? Julia Quinn acha que não e, em E viveram felizes para sempre, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, e responde aos anseios dos leitores trazendo, ainda, um drama inesperado, um final feliz para um personagem muito merecedor e um delicioso conto no qual ficamos conhecendo melhor ninguém menos que a sábia e espirituosa matriarca Violet Bridgerton. Veja como tudo começou e descubra o que veio depois do fim desta série que encantou leitores no mundo inteiro.


Aviso: Logo adianto que essa resenha contém inúmeros spoliers dos livros que antecedem a este e por ser o último, não recomendo a leitura desde antes dos outros (nem mesmo a autora), pois podem não fazer muito sentido se não leu os romances correspondentes.

Resenha: Esse livro é para os já conhecem e amam os Bridgertons, então acredito que vão entender porque quase fiquei louca de euforia ao saber desse magnifico lançamento! Gente do céu, a Julia Quinn é incrível demais! Uma das minhas autoras favoritas de quando se trata de romance de época.



Em E Viveram Felizes Para Sempre ela nos presenteia com oito segundos epílogos dos livros anteriores da série, nos permitindo saber o que aconteceu depois do fim. A história que vem depois da história. Isso mesmo. A Julia Quinn resolveu voltar e nos contar o que houve depois do felizes para sempre, então escreveu um segundo epílogo, como um conto, para cada livro da série. Por exemplo, o primeiro se passa dezessete anos depois do casamento da Daphne com o Simon, então é de fazer o coração saltar em emoção quando percebemos que embora tenham envelhecido, ainda se amam profundamente. E não podíamos esperar nada diferente, claro. E nesses epílogos a autora propõe responder algumas perguntas que tanto queremos saber.

Mas como se já não fosse o bastante para meu coração de romântica incurável, ela também escreve um conto intitulado O Florescer de Violet, onde neste último conhecemos uma Violet mais jovem e apaixonada por seu próprio Bridgerton, Edmund.

“Ele era sua outra metade, aquele que a completava. Eles envelheceriam juntos. Andariam de mãos dadas, se mudariam para o campo e fariam muitos e muitos bebês.”

Em relação ao conto da Violet, fiquei com o coração na mão e temerosa pelo desfecho, porque infelizmente, o final dessa história nós já sabemos e eu claro derramei um oceano de lágrimas. Mas a autora me surpreendeu completamente e não podia ter feito um fim mais perfeito para nossa amada Violet, que começou sendo somente a matriarca e uma mãe preocupada e passou para uma das personagens mais amada pelos leitores!

"-Edmund...
-É Sr. Bridgerton para você.
-Tão formal?
-Só porque assim posso chamá-la de Sra. Bridgerton."

Gente, fora as lágrimas, o resto foi só risos, pois afinal, alguns finais são apenas o começo, certo?
Sério, nunca rir e me emocionei tanto ao ler um livro! Amei DEMAIS. E, como disse antes, esses epílogos serviriam para responder algumas perguntas como: Simon leu as cartas que seu pai lhe deixou? Hyacinth achou os diamantes? Qual foi a reação de Eloise ao descobrir que Penelope era a Lady Whistledown? E Posy, a meia irmã de Sophie, teve seu final feliz? E que nomes Lucy e Gregory deram aos seus nove filhos? Sério, gente, nove!

“-Acho que já chega de filhos. Por favor, me diga que já chega.
Gregory sorriu amorosamente. 
-Já chega – declarou ele. -Ou, pelo menos, até onde eu posso garantir.”

Esses e muitas outros questionamentos são respondidos ao longo da leitura. Amei cada segundo, assim que o livro chegou eu devorei, na medida do possível, todas as páginas em um único dia! E não poderia ser diferente, né? São os Bridgertons!

“Kate bufou de indignação.
-Isso não foi muito esportivo da sua parte!
Ele abriu um sorriso enlouquecedor.
-No amor e na guerra, vale tudo, esposa.”

Amei a delicadeza da capa e a suavidade que ela nos traz, seguindo o padrão dos livros anteriores. Sobre a escrita da Julia nem é preciso comentar, certo? Ela é simplesmente esplêndida com sua leveza e humor, e brilhantismo ao escrever heróis que iremos lembrar para sempre. Nesta obra, ela nos traz personagens que já conhecemos e amamos, mas também alguns novos que só acrescentaram mais ainda a trama. Eu sei, parece impossível, não? Dos oito epílogos, preciso comentar que amei todos, mas cada um à sua maneira. Uns especialmente mais engraçados, e outros comoventes e dramáticos.

“Se ela morresse...Ele fechou os olhos com força, tentando expulsar aquele pensamento. Vinha se esforçando para manter essas três palavras longe de sua mente.
Três palavras. “Três palavras” que deveria significar eu amo você. E não...”

É incrível perceber que estão todos lá, do exato jeito que eu me lembrava. É magnífico como a autora não modificou em nada os personagens, ou eles não mudaram ao longo dos anos, mesmo depois de ficarem mais velhos e cheios de filhos, mas enfim, cada Bridgerton é único e juntos eles são extraordinários! Uma verdadeira força da natureza.

Só posso concluir que esse último livro é, como disse anteriormente, um verdadeiro presente para os fãs. Totalmente imprescindível e apaixonante!

"-Eu amo você –disse ele.
-Não tanto quanto eu amo você.
-Muito bem. Você pode me amar mais, mas eu vou amá-la melhor."


© Livros e Marshmallows ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo