topo :)

11/01/2017

Resenha - Antes de partir desta para uma melhor

Olá pessoal tudo bem? Hoje trago mais uma resenha para vocês, agora estou com um pouco mais de tempo e prometo trazer pelo menos uma resenha minha toda semana. Confiram!!


Livro: Antes de partir desta para uma melhor
Autor: Jonathan Tropper
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Ano: 2015
Skoob: 3/5

Sinopse: Não é preciso ser nenhum gênio para perceber que a vida de Drew Silver é uma sequência de decisões equivocadas. Faz quase uma década que sua banda de rock emplacou uma música, filha única de mãe solteira. Desde então, a banda se separou, sua mulher o largou e Silver tem assistido a vida passar, tocando em casamentos – quando aparece algum – e descontando os cheques cada vez menos frequentes que recebe pelos direitos autorais de seu único sucesso. Silver então descobre que a ex-mulher está prestes a se casar de novo e que a filha adolescente, Casey, está grávida. Para completar, depois de sofrer um derrame que o deixa incapaz de controlar a língua e guardar para si o que pensa, ele precisa de uma cirurgia no coração. Diante desse cenário, o músico fracassado depara com a pergunta decisiva: será que vale a pena salvar uma vida tão mal vivida? Assim, sob o olhar exasperado da família, ele toma a decisão radical de se recusar a fazer a cirurgia e dedicar o pouco tempo que lhe resta a tentar consertar o relacionamento com Casey e aproveitar a vida – mesmo que ela não dure muito. Com diálogos rápidos, irônicos e sagazes, Jonathan Tropper confirma sua habilidade em retratar com humor e perspicácia o lado oculto da família moderna.


Resenha: “Antes de partir desta para melhor” nos apresenta a história de Silver. Um homem de meia-idade, que curti música e inclusive é baterista de uma banda. A vida de Silver nos últimos sete anos não tem andado muito fácil, a esposa o largou, sua banda deixou de fazer sucesso e por vários motivos ele acabou se distanciando da filha que tanto ama. Para piorar toda a história ele descobre que ela está grávida com apenas 18 anos de idade. 

A vida de Silver anda de mal a pior, sua ex esposa vai se casar novamente. Ele sofre um derrame, tem que fazer uma cirurgia e está prestes a morrer. Em meio a toda esta situação Silver acaba entrando em uma depressão, vive reclamando da vida, se lamentando das coisas que fez ou deixou de fazer e decide que não vai fazer a cirurgia e sim viver o restante dos seus dias de vida na melhor forma possível.

O livro nos conta uma história cheia de humor, aceitação, arrependimento e sentimentos. O autor nos mostra que nunca é tarde para recomeçar, nunca é tarde para amar novamente, nunca é tarde para dizer para alguém que você o ama. Pois a vida é curta e precisa ser vivida da melhor forma possível.

Sei que colocar todos esses sentimentos em prática é muito difícil. Sei que viver a vida sem pensar no amanhã é muito difícil. Mas esse livro nos mostra que é possível. Podemos morrer a qualquer momento sem ter aproveitado absolutamente nada da nossa vida. Isto é triste!

Dei algumas risadas com Silver, pois mesmo ele estando na merda (desculpe a expressão) rs. Ele em momento algum deixou de ter um bom censo de humor. Fiquei triste também com algumas situações que acontece com ele. Mas nada que me faça chorar.

Considero o gênero um chick lit, porém narrado por um homem. É uma leitura bem leve e descontraída, um livro muito fácil de ler com uma narrativa muito simples e fluída. Confesso que nunca tinha lido nada do autor, mas gostei bastante da sua escrita. Vou sentir saudades de Silver. Afinal! Eu gostava muito dele. Digo: não só dele mas de todos os personagens. Certo que às vezes eu morria de raiva da sua filha que era muito mimada e sem noção. Mas mesmo assim eu também gostava dela.

Gostei bastante do final que o autor deu para o livro. Achei um final digno para a história. Indico o livro para todos que gostam de leituras leves e cheias de humor. Diagramação ótima e uma capa perfeita que combinou com a história. Parabéns Editora Arqueiro pelo trabalho!

"Silver já está sozinho há muito tempo, mais de sete anos. Em um dado momento, a solidão se torna mais um hábito do que um problema."

"Há momentos em que você pode literalmente sentir o planeta girando sob seus pés, tanto que você precisa instintivamente se agarrar a algo."


Um comentário:

  1. Oi, Kelly!
    Não conhecia esse livro. Gostei dele ser uma espécie de chick-lit masculina. Diferente, né?! Curti também a mensagem que a leitura passa.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir

Obrigado pela seu visita, e pelo seu comentário.
Deixe o link do seu blog se você tiver, que irei seguir com maior prazer.
Deixe também o seu e-mail, que estarei respondendo o seu comentário.
Bjos

© Livros e Marshmallows ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo