topo :)

02/01/2017

Resenha - E Viveram Felizes Para Sempre

Hey leitores!
Tudo bem com vocês?
Hoje eu trouxe a resenha do último livro da série Os Bridgertons (o último mesmo!) que considero desde já um verdadeiro presente da autora para matar a saudade dos leitores apaixonados por essa família extraordinária!

Livro: E Viveram Felizes Para Sempre
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Ano: 2016
Skoob: 5/5
Adquira o livro: aqui
Sinopse: Alguns finais são apenas o começo...Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos...Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza. Ao longo de oito romances que foram sucesso de vendas, os leitores riram, choraram e se apaixonaram. Só que eles queriam mais. Então começaram a questionar a autora: O que aconteceu depois? Simon leu as cartas deixadas pelo pai? Francesca e Michael tiveram filhos? O que foi feito dos terríveis enteados de Eloise? Hyacinth finalmente encontrou os diamantes? A última página de um livro realmente tem que ser o fim da história? Julia Quinn acha que não e, em E viveram felizes para sempre, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, e responde aos anseios dos leitores trazendo, ainda, um drama inesperado, um final feliz para um personagem muito merecedor e um delicioso conto no qual ficamos conhecendo melhor ninguém menos que a sábia e espirituosa matriarca Violet Bridgerton. Veja como tudo começou e descubra o que veio depois do fim desta série que encantou leitores no mundo inteiro.


Aviso: Logo adianto que essa resenha contém inúmeros spoliers dos livros que antecedem a este e por ser o último, não recomendo a leitura desde antes dos outros (nem mesmo a autora), pois podem não fazer muito sentido se não leu os romances correspondentes.

Resenha: Esse livro é para os já conhecem e amam os Bridgertons, então acredito que vão entender porque quase fiquei louca de euforia ao saber desse magnifico lançamento! Gente do céu, a Julia Quinn é incrível demais! Uma das minhas autoras favoritas de quando se trata de romance de época.



Em E Viveram Felizes Para Sempre ela nos presenteia com oito segundos epílogos dos livros anteriores da série, nos permitindo saber o que aconteceu depois do fim. A história que vem depois da história. Isso mesmo. A Julia Quinn resolveu voltar e nos contar o que houve depois do felizes para sempre, então escreveu um segundo epílogo, como um conto, para cada livro da série. Por exemplo, o primeiro se passa dezessete anos depois do casamento da Daphne com o Simon, então é de fazer o coração saltar em emoção quando percebemos que embora tenham envelhecido, ainda se amam profundamente. E não podíamos esperar nada diferente, claro. E nesses epílogos a autora propõe responder algumas perguntas que tanto queremos saber.

Mas como se já não fosse o bastante para meu coração de romântica incurável, ela também escreve um conto intitulado O Florescer de Violet, onde neste último conhecemos uma Violet mais jovem e apaixonada por seu próprio Bridgerton, Edmund.

“Ele era sua outra metade, aquele que a completava. Eles envelheceriam juntos. Andariam de mãos dadas, se mudariam para o campo e fariam muitos e muitos bebês.”

Em relação ao conto da Violet, fiquei com o coração na mão e temerosa pelo desfecho, porque infelizmente, o final dessa história nós já sabemos e eu claro derramei um oceano de lágrimas. Mas a autora me surpreendeu completamente e não podia ter feito um fim mais perfeito para nossa amada Violet, que começou sendo somente a matriarca e uma mãe preocupada e passou para uma das personagens mais amada pelos leitores!

"-Edmund...
-É Sr. Bridgerton para você.
-Tão formal?
-Só porque assim posso chamá-la de Sra. Bridgerton."

Gente, fora as lágrimas, o resto foi só risos, pois afinal, alguns finais são apenas o começo, certo?
Sério, nunca rir e me emocionei tanto ao ler um livro! Amei DEMAIS. E, como disse antes, esses epílogos serviriam para responder algumas perguntas como: Simon leu as cartas que seu pai lhe deixou? Hyacinth achou os diamantes? Qual foi a reação de Eloise ao descobrir que Penelope era a Lady Whistledown? E Posy, a meia irmã de Sophie, teve seu final feliz? E que nomes Lucy e Gregory deram aos seus nove filhos? Sério, gente, nove!

“-Acho que já chega de filhos. Por favor, me diga que já chega.
Gregory sorriu amorosamente. 
-Já chega – declarou ele. -Ou, pelo menos, até onde eu posso garantir.”

Esses e muitas outros questionamentos são respondidos ao longo da leitura. Amei cada segundo, assim que o livro chegou eu devorei, na medida do possível, todas as páginas em um único dia! E não poderia ser diferente, né? São os Bridgertons!

“Kate bufou de indignação.
-Isso não foi muito esportivo da sua parte!
Ele abriu um sorriso enlouquecedor.
-No amor e na guerra, vale tudo, esposa.”

Amei a delicadeza da capa e a suavidade que ela nos traz, seguindo o padrão dos livros anteriores. Sobre a escrita da Julia nem é preciso comentar, certo? Ela é simplesmente esplêndida com sua leveza e humor, e brilhantismo ao escrever heróis que iremos lembrar para sempre. Nesta obra, ela nos traz personagens que já conhecemos e amamos, mas também alguns novos que só acrescentaram mais ainda a trama. Eu sei, parece impossível, não? Dos oito epílogos, preciso comentar que amei todos, mas cada um à sua maneira. Uns especialmente mais engraçados, e outros comoventes e dramáticos.

“Se ela morresse...Ele fechou os olhos com força, tentando expulsar aquele pensamento. Vinha se esforçando para manter essas três palavras longe de sua mente.
Três palavras. “Três palavras” que deveria significar eu amo você. E não...”

É incrível perceber que estão todos lá, do exato jeito que eu me lembrava. É magnífico como a autora não modificou em nada os personagens, ou eles não mudaram ao longo dos anos, mesmo depois de ficarem mais velhos e cheios de filhos, mas enfim, cada Bridgerton é único e juntos eles são extraordinários! Uma verdadeira força da natureza.

Só posso concluir que esse último livro é, como disse anteriormente, um verdadeiro presente para os fãs. Totalmente imprescindível e apaixonante!

"-Eu amo você –disse ele.
-Não tanto quanto eu amo você.
-Muito bem. Você pode me amar mais, mas eu vou amá-la melhor."


3 comentários:

  1. Eu preciso muito ler esse livro <3 estou bem ansiosa para lê-lo, e obrigada por me proporcionar essa resenha incrível

    estanteclassica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. foi um fechamento maravilhoso, ele possibilitou matar a saudade dessa família carismática e ainda relembrar bons momentos que cada um teve, além de mostrar que o melhor de uma família é a união
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim, sim!! Exatamente isso, Thaila!

      Excluir

Obrigado pela seu visita, e pelo seu comentário.
Deixe o link do seu blog se você tiver, que irei seguir com maior prazer.
Deixe também o seu e-mail, que estarei respondendo o seu comentário.
Bjos

© Livros e Marshmallows ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo